Corinthians e mais três clubes retiram apoio à MP do Mandante

O movimento Futebol Mais Livre criado para defender a MP do Mandante, perdeu quatro integrantes: Corinthians, Atlético-MG, Internacional e Vasco. Dirigentes das equipes fizeram uma reunião com a Rede Globo e depois resolveram abandonar o apoio à Medida Provisória.  

Segundo informações do jornalista Danilo Lavieri, do UOL Esporte, cada clube alegou seus próprios motivos para desistir, mas todos eles vinculados à Globo, emissora que detém atualmente os direitos de transmissão. A proposta da MP do Governo Federal é que o mandante tenha autonomia para comercializar os direitos de transmissão da partida. 

Ainda segundo informações do UOL, o Corinthians preferiu deixar o movimento por ter acertado com a Rede Globo um acordo para a emissora utilizar o nome Neo Química Arena, com o patrocinador. Andrés Sanchez, presidente do time, disse que “nunca entrou e nem saiu” do movimento. Há menos de um mês ele expressou apoio a campanha em suas redes sociais – o Corinthians teria feito o mesmo.  

O Atlético-MG tem o mesmo objetivo e espera que a emissora “pronuncie” o nome de futuro estádio do Galo, a Arena MRV, sem esconder o patrocinador. Dentro do clube, a alegação é que o time não tem certeza se a negociação dos direitos de transmissão será de forma coletiva. Mas a informação não faz muito sentido já que esse é um dos pontos principais da Medida Provisória.