Líderes se complicam e Perez vence no Azerbaijão

Reprodução: Twitter

O Grande Prêmio do Azerbaijão disputado neste domingo (06/06) teve emoção o começo ao fim. Mais uma vez, Charles Leclerc conseguiu a pole position, mas diferente do que aconteceu em Mônaco, ele conseguiu disputar a corrida largando da primeira posição. Seguido pelos líderes do campeonato, Verstappen e Hamilton, o piloto da Ferrari não conseguiu manter a posição e logo foi ultrapassado pelos dois grandes favoritos a conquistar o título deste ano.

Com a Ferrari superada, a disputa entre as equipes Mercedes e Red Bull Racing Honda parecia óbvia. Um erro no pitstop de Lewis Hamilton permitiu que Max Verstappen assumisse a liderança da corrida. Melhor ainda para a RBR, Sergio Perez conquistou a também a segunda colocação, deixando o inglês em terceiro lugar. Lance Stroll, da equipe Aston Martin, que havia largado dos boxes, na última posição, fazia uma corrida incrível e estava na quarta colocação quando o pneu estourou e ele bateu contra o muro. Assim, nova largada aconteceu aproximando todos os pilotos.

As brigas continuavam emocionantes também nas posições intermediárias, com destaque para Sebastian Vettel que girava tão rápido quanto Hamilton. E quando tudo parecia definido, o pneu de Verstappen também apresentou uma falha e estourou, tirando o líder da corrida e interrompendo o GP que precisou de mais uma largada. Desta vez, sem o safety car, os carros se alinharam novamente no grid com apenas duas voltas para a bandeira quadriculada.

Hamilton teve a chance de vencer a corrida e retomar a liderança do campeonato quando tomou a posição de Perez na relargada. Mas o supercampeão errou o ponto da freada e passou direto logo na primeira curva, ficando de fora inclusive da zona de pontuação, arruinando também os planos da Mercedes no campeonato de construtores.

Sergio Perez conseguiu assim a segunda vitória na carreira e se tornou o mexicano com mais vitórias na Fórmula 1. Vettel salvou o resultado da equipe Aston Martin Mercedes que poderia ter ainda mais destaque, não fosse o pneu de Stroll, e conseguiu o segundo lugar. Pierre Gasly levou a Alphatauri Honda para o primeiro pódio da temporada, na terceira colocação.