Liga das Nações 2020 substitui amistosos na Europa

A segunda edição da Liga das Nações, torneio de seleções lançado em 2018 pela Uefa para substituir as janelas de amistosos (as datas FIFA), começou nesta semana. Confira como é sua forma de disputa

Cinquenta e cinco seleções são divididas em quatro “Ligas”, divisões classificadas por nível. De A, a melhor Liga com Espanha, França ou Alemanha, entre outras, a D, a mais fraca.

Em cada Liga existem vários grupos (quatro nas Ligas A, B e C, dois na Liga D), cujas equipes se enfrentam em jogos de ida e volta entre setembro e novembro de 2020.

O último de cada grupo das Ligas A e B desce para a divisão inferior para a próxima edição (2022-23); o primeiro de cada grupo nas Ligas B, C e D sobe uma categoria.

Os vencedores dos grupos da Liga A disputam o troféu de honra durante uma fase final (semifinais, disputa pelo terceiro lugar e final) marcada para junho de 2021.

Os quatro últimos da Liga C disputam um playoff de ida e volta em março de 2022, e os dois perdedores resultantes são rebaixados para a Liga D.

Primeira rodada: 3-5 de setembro de 2020; Segunda rodada: 6 a 8 de setembro de 2020; Terceira rodada: 10-11 de outubro de 2020; Quarta rodada: 13-14 de outubro de 2020; Quinta rodada: 14-15 de novembro de 2020; Sexta rodada: 17-18 de novembro de 2020; Fase final: data a ser definida em 2021

Playoffs de rebaixamento da Liga C (caso as quatro equipes participantes não estejam nos playoffs das eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 no mesmo período): 24, 25, 28, 29, 2022 de março.

Não há muito em jogo, apenas um título honorário concedido após a fase final entre os melhores times da Liga A. Mas não é tudo: um bom desempenho na competição pode oferecer a oportunidade de disputar a Copa do Mundo de 2022, no Catar. Assim, os dois melhores times da Liga das Nações que não se classificarem para a Copa do Mundo nas tradicionais eliminatórias participarão dos playoffs da zona Europa para a Copa do Mundo, marcada para março de 2022.

Lá eles se juntarão às dez equipes que ficaram em segundo em seus grupos das eliminatórias, somando um total de doze seleções que disputarão apenas três vagas para o Mundial, por meio de dois jogos (ida e volta) de eliminação direta (mata-mata).