Lorrane homologa movimento e Brasil garante mais 4 finais

Brazil, Podium Training, Artistic Gymnastics | Gymnastics Pan American Championships Rio2021 | Jun3 | Rio de Janeirio, Brazil | Photo: Ricardo Bufolin / Panamerica Press / CBG

O Brasil mais uma vez brilhou na Copa do Mundo por aparelhos, em Doha, no Catar. O principal destaque da participação nacional foi Lorrane Oliveira, que executou com perfeição um duplo twist carpado com meia volta. Trata-se de uma evolução do primeiro dos dois elementos registrados por Daiane dos Santos, o Dos Santos I, e que deverá entrar para o código de pontuação da Federação Internacional de Ginástica (FIG) como Oliveira.

Com sua performance, Lorrane conseguiu classificação para a final do solo, com a nota 12.700. Teremos brasileiras também na final da trave. Rebeca Andrade (13.166) e Flavia Saraiva (13.091) obtiveram a segunda e a terceira melhor nota, respectivamente. A húngara Zsofia Kovacs foi a melhor na fase classificatória, com 13.233.

Nas paralelas, Caio Souza foi o sexto melhor, com 14.466, e conseguiu classificação para a final. Francisco Barretto Júnior obteve a oitava vaga (13.966). Nesse aparelho, a Turquia emplacou as duas melhores notas: 15.200, de Ferhat Arican, e 14.766, de Ahmet Onder.

Na barra fixa também teremos dois brasileiros: Barretto conseguiu a quarta vaga (13.966), e Arthur Nory, atual campeão mundial nesse aparelho, registrou a sexta nota mais alta (13.666). O cipriota Marios Georgiou avançou com a melhor nota (14.266).

Fonte: Confederação Brasileira de Ginástica