NBA 70 anos: como surgiu a maior liga de basquete do mundo?

A temporada 2019/20 será a 70ª edição da NBA. A liga americana de basquete em pouco tempo se tornou referência no esporte com suas equipes históricas e jogadores, algo que se expande mundo a fora. Para comemorar a data, o Torcedores preparou uma série de posts especiais sobre a história da NBA e momentos históricos. A começar, é claro, pelo surgimento.

O INÍCIO:

National Basketball League (NBA) foi criada em 1946 como Basketball Association of America (BAA) por donos de arenas de hóquei no leste e meio-oeste dos Estados Unidos e Canadá. O primeiro jogo da história foi entre Toronto Huskies e New York Knicks no dia 1º de novembro de 1946. Na ocasião, os Knicks venceram por 68 a 66.

De todas as ligas e sub-ligas da época, a mais bem sucedida era a BAA, seguida da NBL. Isso, então, rendeu posteriormente a fusão das duas e a criação da NBA em 1949. Com a fusão, muitas equipes deixaram de existir e outras surgiram. A ideia inicial era ter 11 times na liga, no entanto, reduziram para oito. Desses oito, todos existem hoje: New York KnicksBoston CelticsMinneapolis Lakers (Los Angeles Lakers), Philadelphia Warriors (Golden State Warriors), Rochester Royals (Sacramento Kings), Tricities Blackhawks (Atlanta Hawks), Fort Wayne Pistons(Detroit Pistons) e Syracuse Nationals (Philadelphia 76ers).

Os primeiros vencedores da história da NBA foram os Lakers com cinco títulos (1949, 50, 52, 53 e 54) e os Royals com um (51).

Em 1961, novas franquias foram adicionadas, a começar pelo Chicago Packers (Washington Wizards). Mais tarde, mais cinco times estacionaram na liga: Chicago BullsSeattle Supersonics (Oklahoma City Thunder), o San Diego Rockets (Houston Rockets), o Milwaukee Bucks e o Phoenix Suns.

MUDANÇA DE REGRA

Posteriormente em 1954, a NBA resolveu instituir o relógio de 24 segundos para posse. Isso, como sabido atualmente, contribuiu positivamente com o desenvolvimento do jogo. Quando se fundiu novamente mais tarde, foi instituída também a linha de três pontos.

DOMÍNIO:

Passado o período de domínio dos LakersNationals e Warriors venceram os campeonatos de 55 e 56, respectivamente. Porém, quando Bill Russell chegou aos Celtics, a equipe dominou a liga entre 1957 e 1969. Durante esse período, eles só foram derrotados uma vez nas finais de 1958 pelo St. Louis Hawks. Em 1967 não chegou à decisão, e viu os 76ers de Wilt Chamberlain sagrar-se campeões diante dos Warriors.

NBA x ABA:

Em 1967, a NBA era a liga de basquete mais famosa. No entanto, esse destaque mudou com o surgimento da American Basketball Association (ABA). A disputa entre as ligas era, principalmente, em relação a contratação. Ao passo que a NBA conseguiu contratar Lew Alcindor (Kareem Abdul-Jabbar), a ABA contratou Rick BarryJulius Erving, entre outros nomes.

Em 1969, Alan Siegel criou o logotipo da NBA. Inspirado por uma foto de Jerry West, o artista construiu a identidade da liga e a do próprio jogador, conhecido como The Logo.

Com a rivalidade à flor da pele, a NBA resolveu aumentar o número de equipes para 18 afim de dar o troco na ABA e suas contratações. Assim, a liga secundária se sentiria acuada. Com isso, Portland Trail BlazersCleveland CavaliersNew Orleans Jazz (Utah Jazz) e Buffalo Braves (Los Angeles Clippers) foram criadas.

Em 1976, então, as duas ligas se uniram, mostrando novamente o poder da National Basketball League. Com a fusão, quatro times da ABA foram para a NBASan Antonio SpursDenver NuggetsIndiana Pacers e New York Nets(Brooklyn Nets). As demais equipes se desfizeram.

A década de 70, apesar de uma transição vista com olhos ruins, de certa forma, foi uma das mais divertidas da liga. Isso porque houveram oito campeões diferentes: New York Knicks em 1970 e 73, Los Angeles Lakers em 72, Milwaukee Bucks em 71, Boston Celtics em 74 e 76, Golden State Warriors em 75, Portland Trail Blazers em 77, Washington Bullets (Wizards) em 78 e Seattle Supersonics em 79.

LARRY BIRD E MAGIC JOHNSON:

Nos anos 80, a liga já se preparava para expandir seus horizontes para fora dos Estados Unidos. Passada a ideia de marginalização de quando houve a fusão, houve uma série de fatores positivos. Além de direitos televisivos, combate às drogas e vícios dos jogadores, entre outros, uma rivalidade ressurgiu. Celtics e Lakers viram a chama reacender quando Larry Bird e Magic Johnson, rivais conhecidos do college, chegaram às respectivas equipes.

Johnson foi campeão da NBA em 1980. Naquela série contra o Philadelphia 76ersKareem Abdul-Jabbar havia se lesionado e coube ao armador atuar em seu lugar como pivô. O resultado? 42 pontos, 15 rebotes e sete assistências, como calouro. Bird conquistou o seu anel no ano seguinte, em 1981, contra o Houston Rockets. Posteriormente, os Lakers voltaram a ser campeões em cima do 76ers. Essas finais contra outras equipes só geraram expectativas para um confronto entre os rivais.

Em 1984, então, Celtics e Lakers se enfrentaram. Na ocasião, a equipe de Bird sagrou-se campeão numa série de sete partidas. O jogador, inclusive, foi MVP da temporada regular, e teve médias de 27 pontos e 14 rebotes na série. No ano seguinte, os Lakers bateram os rivais em seis jogos. Em 1986, Larry Bird foi novamente MVP, viu os Rocketseliminarem os Lakers nas finais de conferência e venceu a equipe texana por 4 a 2 nas finais.

OUTROS DESTAQUES:

Nos anos 80, outras equipes mostraram serviço na NBA. Os próprios Rockets em 1986 foram de uma exibição mágica! O Atlanta Hawks de Dominique Wilkins e o Chicago Bulls de um tal de Michael Jordan também mostraram que não havia apenas Celtics Lakers. Além deles, os 76ers foram campeões em 1983 e o Detroit Pistons em 1989 e 1990.

A ERA DE MICHAEL JORDAN:

Michael Jordan chegou à NBA em 1984. Mesmo com elencos ruins no começo de sua história, foi MVP em 1988. Em 1991, ao lado de jogadores como Scottie Pippen, foi campeão em 1991. Com médias de 31.5 pontos, foi MVP daquele ano também. Nos dois anos seguintes, 1992 e 1993, foi campeão novamente. Em 92, inclusive, Jordan conquistou outro prêmio de melhor jogador. Após o título de 93, ele se aposentou do basquete e foi jogar baseball. Com a ausência dele, a NBA viu o Houston Rockets ser campeão e Hakeem Olajuwon ser o MVP e melhor defensor do ano em 1994.

No final da temporada 1994-95, Jordan retornou à liga vestindo a camisa 45, pois a lendária 23 havia sido aposentada. Aquela temporada não rendeu nada a ele em questão de títulos porque já estava perdida. No entanto, nos três anos seguintes ele conquistaria seus últimos três anéis antes de se aposentar mais uma vez. O título de 1997, em cima do Utah Jazz de John Stockton, rendeu o famoso “jogo da gripe”, no qual Jordan fez 38 pontos passando mal. Na temporada 2001-02, ele se transferiu para o Washington Wizards e se aposentou definitivamente.

IDENTIDADE:

Com Jordan e no início da década de 2000, a NBA passou a ter mais engajamento com a comunidade e passou a ser ainda mais popular país a fora. O jogador, inclusive, contribuiu com isso ao assinar com a Nike e criar a sua linha de tênis, o famoso Air Jordan. Além disso, o astro foi um dos protagonistas do filme Space Jam, de 1996.

MAIS DOMÍNIOS:

Com os queridinhos do momento Kobe Bryant e Shaquille O’Neal, os Lakers venceram três campeonatos consecutivamente (2000, 2001 e 2002). O primeiro ano foi vencido contra o Indiana Pacers, o segundo contra Philadelphia 76ers, e o terceiro contra o New Jersey Nets. Em 2003, então, foi a vez do San Antonio Spurs. Campeão em 1999, a equipe texana comandada por Tim Duncan conquistou o anel na temporada seguinte aos Lakers. Os Spurs voltariam a conquistar a liga em 2004-05 após derrotar o Detroit Pistons.

Na temporada 2005-06, o Miami Heat de O’Neal e Wade venceu o Dallas Mavericks em seis jogos. No entanto, apesar de parecer que teria como acontecer um bicampeonato, o Heat não conseguiu defender seu título. Os Spurs, então, chegaram novamente às finais e varreram o Cleveland Cavaliers de LeBron James. Posteriormente, os Lakers conquistaram dois títulos (2008-09 e 2009-10) de forma consecutiva.

GOLDEN STATE WARRIORS:

Passado os times tradicionais como LakersCelticsSpurs, entre outros, recentemente tem sido a vez do poderoso Golden State Warriors. Após 39 anos sem chegar às finais, desde 2014 só tem Warriors. Desde então, em quatro confrontos contra o Cleveland Cavaliers, os Warriors venceram três. Em 2014-15, a equipe sagrou-se campeã em uma série de 4 a 2. No ano seguinte, os Cavs aplicaram uma virada épica de 4 a 3. Posteriormente, em 2016-17, o time de Oakland fez 4 a 1. Em 2017-18, então, uma varrida no time de LeBron James por 4 a 0 encerrou o combate. Porém, em 2018-19, o Toronto Raptors derrotou a equipe californiana e sagrou-se campeã inédita da NBA.

NBA passou por duas fusões importantes na sua história. Essas fusões foram responsáveis pelo aumento de competitividade da liga, surgimento de equipes, – que viriam a fazer história -, jogadores, regras, etc.. Toda a evolução conquistada até hoje ainda não parece ser suficiente, uma vez que há questões tratadas como injustiça, caso da famosa loteria do Draft. Mas, isso é pauta para outro post. Fato é que a NBA, com o aumento da popularidade, possibilitou uma maior inclusão de negros, estrangeiros, e suporte à comunidade, o que tornou o basquete algo mais abrangente.

FONTE: https://www.torcedores.com/noticias/2019/08/nba-70-anos-como-surgiu-a-maior-liga-de-basquete-do-mundo