Palmeiras vence o Ceará e segue invicto como visitante | Esporte
(CRÉDITO: CESAR GRECO/PALMEIRAS)

O Palmeiras venceu mais uma, a terceira seguida, e segue invicto como visitante no Brasileirão. Na tarde deste sábado (30), pela 20ª rodada, o time paulista venceu o Ceará, por 2 a 1, jogando no Castelão, em Fortaleza (CE). O Palmeiras fez o placar na primeira etapa, esteve com um a mais durante o segundo tempo inteiro e suportou a pressão do Ceará nos minutos finais.

Com a vitória, o time de Abel Ferreira, ocupa o posto mais alto da tabela, com 42 pontos, abrindo sete pontos do vice-líder Corinthians, que ainda joga na rodada. Já o Ceará ficou estacionado nos 24 pontos, em 13º.

Mesmo fora de casa, o Palmeiras foi muito superior no primeiro tempo. Com forte marcação, o time de Abel Ferreira deu pouco espaço para Mendonça e Vina, válvulas de escape do Ceará. Aos poucos, o Palmeiras foi se soltando na partida. Dudu, aos sete, deu trabalho para João Ricardo. Depois foi a vez de Flaco Lopéz, levar perigo em uma cabeçada, por cima do gol cearense.

O gol foi amadurecendo até Dudu, aos 30, abrir o placar. Ele começou a jogada, tocou para Scarpa que chutou forte para João Ricardo espalmar. No rebote, Dudu completou para as redes.

O gol deixou o Ceará mais exposto e, jogando em casa, se lançou ao ataque. Mas, aos 45 minutos, viu Flaco López ampliar o marcador. Após grande passe de Scarpa, o atacante argentino saiu cara a cara com o goleiro e apenas finalizou na saída do goleiro, marcando seu primeiro gol com a camisa do Palmeiras.

Na segunda etapa, o que já estava complicado para o Ceará ficou pior. Richardson foi expulso aos quatro minutos, após cometer falta em Dudu, que partia em velocidade em direção ao gol. O jogador foi expulso após revisão do VAR.

Com um a mais, o Palmeiras foi dominante. Scarpa, aos 11, fez o travessão do Castelão balançar. Minutos depois, Veiga mandou uma bomba, obrigando o goleiro a espalmar para escanteio. E chegou a balançar as redes com Murilo, porém o zagueiro estava em posição irregular.

O que parecia estar tranquilo para o lado dos paulistas, ganhou alguns contornos dramáticos. O árbitro Anderson Daronco viu pênalti de Danilo em Vina. O colombiano Mendoza partiu para a cobrança e, com uma bomba no meio do gol, diminuiu o marcador.

Corajoso, com um a menos, o Ceará era só pressão nos minutos finais. A ordem do treinador Marquinhos Santos era subir as linhas e ir para o tudo ou nada. Aos 40 minutos, Diego cabeceou e Weverton evitou aquilo que seria o empate do Ceará. Apesar da pressão, o Palmeiras não se desesperou e consolidou mais uma vitória.

Na próxima partida, o Palmeiras volta para o Allianz Parque, onde enfrenta o Goiás, no próximo domingo (7), às 16h. Já o Ceará viaja para enfrentar o Botafogo, no Nilton Santos, no sábado (6), às 16h30.

Na quarta-feira, os dois times têm compromissos contra brasileiros nos campeonatos continentais. O Palmeiras encara o Atlético-MG, em Minas Gerais, pela Libertadores, e o Ceará mede forças contra o São Paulo, no Morumbi, pela Sul-Americana.

Fonte: Federação Paulista de Futebol

Jornal O Democrata São Roque

Fundado em 1º de Maio de 1917

odemocrata@odemocrata.com.br
11 4712-2034
Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 04
Centro - São Roque - SP
CEP 18130-070
Copyright 2021 - O Democrata - Todos os direitos reservados