Paulistas dão vexame na Copa do Brasil

A terceira fase da Copa do Brasil chegou ao fim para os times paulistas. Santos e São Paulo mantiveram o favoritismo, já Palmeiras e Corinthians tiveram finais melancólicos. O Bragantino ganhou, mas não levou.

Na terça-feira, 8, o Santos que havia vencido o Cianorte por 2 a 0 ganhou novamente por 1 a 0 o jogo de volta e garantiu a vaga para a próxima fase. O jogo não foi lá aquelas coisas, mas teve domínio total da equipe santista.

O São Paulo tinha uma missão até que difícil, pois o primeiro jogo foi 3 a 2 para o 4 de Julho, então o Tricolor precisava vencer por dois gols de diferença. O jogo começou com um gol do 4 de Julho nos primeiros 30 segundos, nesse momento a missão do tricolor complicou “um pouco”, mas logo em sequência o São Paulo dominou a partida e aplicou uma super goleada de 9 a 1, sim, 9 gols.

Na quarta, 9, o Palmeiras enfrentou o CRB precisando apenas de um empate para garantir a vaga para as oitavas, por ter vencido o primeiro jogo por 1 a 0.

A equipe do CRB veio enfrentar o Palmeiras na Allianz Arena e saiu com a vitória de 1 a 0. O Verdão tomou conta do jogo, mas não foi capaz de marcar um gol sequer para garantir a classificação. A decisão foi para os pênaltis.

O destaque do jogo e da disputa de pênaltis foi o goleiro do CRB, Diogo Silva que fechou o gol durante a partida e defendeu três pênaltis e ainda converteu com perfeição sua cobrança.

Mais tarde, na quarta-feira, o Corinthians foi até Goiânia tentar reverter o resultado da primeira partida; o Atlético Goianiense venceu por 2 a 0 na Neo Química Arena.

Foi um jogo bem truncado no primeiro tempo, a equipe do Corinthians bem que tentou, mas não conseguiu furar a defesa do Atlético, por outro lado a equipe goiana não tomou sustos e soube administrar o resultado construído em São Paulo.

Por fim, o Bragantino venceu o Fluminense por 2 a 1, mas foi desclassificado porque perdeu o jogo de ida por 2 a 0.

Por Lucas Vargas – Edição: Rodrigo Boccato