Portuguesa de Maylasky ganha museu com fotos e troféus preservados por Germano Lambiazzi

A Portuguesa de Maylasky marcou o cenário esportivo regional durante duas décadas disputando campeonatos municipais e regionais. Entre as conquistas está o título municipal de 1982 e a organização da Copa Rino Boccato, em homenagem ao ex-prefeito de São Roque.

A administração Rino Boccato (1964/1969) colaborou com a formação do time realizando a terraplenagem do campo que foi construído em uma antiga olaria.

Na segunda-feira (7 de setembro), Germano Lambiazzi reuniu algumas pessoas para abrir oficialmente um espaço com dezenas de fotos, troféus e cartazes de eventos.

Um dos fundadores da Portuguesa, Marinho Araújo, e os ex-jogadores Amaral, Carlinhos, Baianinho e Marquinho Chula realizaram uma viagem pelo tempo e recordaram uma fase do esporte do cidade.

O jogos eram disputados no estádio Francisco Lambiazzi que foi palco de três apresentações do Milionários, clube que reunia campeões mundiais e outros craques do futebol nacional. Garrincha era a grande atração e desfilou sua magia pelos gramados de Maylasky.

Fundada em 28 de outubro de 1967, a Portuguesa esteve em atividade até o final dos anos 80, quando Germano Lambiazzi resolveu deixar o comando por não concordar com a maneira que a Liga Sanroquense de Futebol (Lisafu) organizada as competições e pela decepção com a falta de apoio do poder público para a Portuguesa pudesse se transformar em um clube social.

No site www.vanderluiz.com.br você encontra uma reportagem completa sobre o museu da Portuguesa de Maylasky.