São Sebastião enfrentou o Corinthians em partida beneficente realizada em Ibiúna


“Só o corinthiano sabe o que é ser corinthiano”, disse a vitrine online o meia-direita Basílio, pouco antes de o time master da agremiação entrar no gramado do Guarani Atlético Clube, em Ibiúna, na tarde da última quinta-feira (15) para jogar contra o Master do São Sebastião, numa festa memorável.

“Até eu estava torcendo pelo Corinthians”, confessou Aleymar Marcicano, jogador do São Sebastião, numa demonstração de carinho e respeito, como a grande torcida que se encontrava em torno de todo o estádio. Pais orgulhosos trouxeram seus filhos vestidos com as camisas do timão para serem autografadas pelos craques.

Basílio atuou no coringão de 1975 a 1981, como meia-direita e hoje é o coordenador do Master. Depois passou a treinador das categorias de base. Ao lado da mulher, disse com notória satisfação: “Estou no Corinthians há mais de trinta anos.” Atualmente, integra a equipe do programa “Show de Bola” na Rádio Capital, ao lado de César Sampaio e Faccioli, de segunda à sexta-feira das 18h às 19h.

Partida equilibrada

A partida entre Master Corinthians e Master São Sebastião, com a vantagem para este time por ser formado por jogadores mais jovens, cujo resultado, no entanto, garantiu a favor da experiência de velhos e honoráveis atletas, tendo a equipe do Corinthians saído vencedora pelo placar de 3 a 2. Pela agremiação do Parque São Jorge, marcaram Dinei, Pingo e Wladimir. Pelo São Sebastião marcaram Adal, e com um gol contra de Carlinhos.

O Corinthians foi integrado por: Dagoberto, Guinei, Batata, Wladimir, Ezequiel, Célio Silva, Pingo, Rogério Pedalada, Nilson, Zenon, João Paulo, Aguinaldo, Carlinhos Graúna, Geraldão, Gilmar Fubá e Dinei.

Master São Sebastião: Adal, Aleymar, Alemão, Carlinhos Sacaria, Duda, Gilmar, Ivan, Jade (Wladimir), Laranja, Luiz Machado, Robson (Molla), Marquinhos, Meco, Rober, Valdeci, Fabinho, Valdo, Júnior (presidente do Guarani), Fábio Baito, Paulo Sérgio.