Fogo toma força novamente em usina de Mairinque

Nesta quarta-feira, 29, sete caminhões do Corpo de Bombeiros, veículos da Prefeitura de Mairinque e três retroescavadeiras foram até a área da UTEP, Usina de Pneus que pegou fogo na segunda-feira, 27, para tentar conter o fogo que voltou a ficar forte nesta tarde.
O coordenador da Defesa Civil Mairinque, Nilson Evandro explicou que a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros estão trabalhando para conter as chama, mas falou de algumas dificuldades com a empresa, razão pela qual não consegue prever o fim dos trabalhos. Inicialmente seriam 4 dias. Segundo ele a empresa precisa disponibilizar caminhões para a retirada dos resíduos. Segundo a Prefeitura só há um caminhão fazendo o trabalho. Segundo informações foram queimadas cerca de 500 toneladas de pneus.
Os prédios públicos no entorno da Usina continuam fechados com as atividades suspensas, pois a fumaça liberada é tóxica.
Porque o fogo não apaga?
Pneus tem baixa condutividade térmica. Isso significa que o material com o qual são fabricados tem pouca capacidade de transmitir calor. Ou seja, o pneu demora para aquecer e depois, da mesma forma, demora para se resfriar.
Além disso, os pneus transmitem calor de dentro para fora e mesmo que a superfície seja resfriada o interior se mantém em chamas e com o tempo esse fogo volta à superfície.
As equipes do Corpo de Bombeiros de São Roque, Mairinque e Sorocaba se mantem no local de plantão e continuam de prontidão observando as consequências que ainda perduram no prédio afetado pelo incêndio.