Clínicas particulares negociam compra de doses de vacina da Índia

Representantes de clínicas particulares negociam a compra de 5 milhões de doses de uma vacina contra a covid-19 desenvolvida pelo laboratório indiano Bharat Biotech. A afirmação foi feita pelo presidente da ABCVAC (Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas), Geraldo Barbosa, em entrevista no domingo (3) à GloboNews.

O imunizante Covaxin foi aprovado para uso emergencial na Índia ontem. No entanto, ele ainda está na terceira fase de testes clínicos, etapa em que é verificada a eficácia. Até o momento, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) não tem em seu site informações sobre os estudos da vacina mesmo fora do Brasil.

De acordo com Barbosa, os resultados devem sair ainda neste mês na Índia, um dos países que mais produzem imunizantes contra a covid-19. Na previsão do presidente da associação, o laboratório poderá entrar com pedido de registro definitivo no Brasil em fevereiro. A expectativa é que a vacina esteja disponível nas clínicas privadas em março.

A solicitação de uso emergencial é exclusiva para aplicação de imunizantes por meio da rede pública no Brasil. No entanto, em caso de registro definitivo, a utilização fica aprovada de modo geral, inclusive para clínicas da rede privada.

“Essa indústria indiana se disponibilizou a oferecer parte da produção para o mercado privado brasileiro. Então, é uma venda adicional que não vai interferir no quantitativo do governo”, afirmou Barbosa.

Fonte: Metro