Cruz Vermelha faz balanço sobre tragédia em Beirute

Na manhã desta quarta-feira, 5, a Cruz Vermelha informou que já passam de 100 mortes e 5000 feridos as vítimas da explosão na zona portuária de Beirute. As autoridades afirmam que um incêndio atingiu um depósito onde estavam armazenados cerca de 2700 toneladas de nitrato de amônia.

Como comparação, em 1995, um atentado terrorista matou 168 pessoas em Oklahoma. Na ocasião, a bomba usada tinha cerca de 2 toneladas de nitrato de amônia e deixou 168 mortos.

O prédio principal das fotos de Hussein Malla e Anwar Amro é um hospital onde já foram confirmadas as mortes de quatro enfermeiras e quinze pacientes.