Governo de SP confirma alta de 18% nas internações pela Covid-19

O governo de São Paulo confirmou ontem e deu números para o aumento das internações por covid-19 no estado, que cresceu 18% na última semana tanto em hospitais da rede pública como nas unidades de saúde privadas e filantrópicas.

De acordo com os dados, a média diária de hospitalizações em função do novo coronavírus passou de 859, na penúltima semana epidemiológica, para 1.009, na semana passada – maior número desde o começo de outubro.

Por conta deste aumento, e também das instabilidades no sistema do Ministério da Saúde que faz a contagem dos casos e dos óbitos, o estado decidiu adiar por 15 dias a nova atualização do Plano São Paulo, que estava prevista para ontem e poderia colocar até 90% do estado na fase 4-verde, com quarentena mais flexibilizada.

Embora haja estabilidade nas médias diárias de mortes (88) e de casos (3,6 mil), o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, admitiu ontem a possibilidade de se adotar medidas mais restritivas se os indicadores da saúde piorarem.