Mais três gigantes farmacêuticas anunciam doação de hidroxicloroquina

Enquanto cientistas desenvolvem testes e pesquisas para descobrir novos medicamentos contra COVID-19, diversos países concentraram a atenção na cloroquina, usada há décadas para combater a malária e, atualmente, também o lúpus e a artrite.

Ontem, 19, a Bayer fez uma doação inicial de três milhões de doses do medicamento para o governo Trump, e agora a Novartis, Mylan e Teva estão tomando medidas para entregar dezenas de milhões de comprimidos.

A Novartis prometeu uma doação global de até 130 milhões de comprimidos de hidroxicloroquina, enquanto se aguarda a aprovação regulatória para o COVID-19. A Mylan está aumentando a produção em sua instalação na West Virginia, com suprimentos suficientes para produzir 50 milhões de comprimidos. A Teva está doando 16 milhões de comprimidos para hospitais nos EUA

Com informações da Fierce Pharma