Ministério da Saúde corrige balanço divulgado nesta segunda; Brasil já ultrapassa 2.500 mortes pelo coronavírus


O Ministério da Saúde corrigiu os dados do balanço sobre a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) divulgados na tarde desta segunda-feira (20) e informou que o Brasil teve 113 novas mortes, e não 383, totalizando 2.575 óbitos, um aumento de 5,6% em relação ao número anterior (2.462). No total, o país tem 40.581 casos confirmados da Covid-19, um crescimento de 1.927 novos infectados. No domingo, 19, eram 38.654 pessoas contaminadas.

O estado de São Paulo continua sendo o epicentro da doença no país. Ao todo, foram registradas 1.037 vítimas, e não 1.307, além de 14.580 contágios. Na sequência aparecem Rio de Janeiro (422), Pernambuco (234), Ceará (198) e Amazonas (185).

O número de mortes pelo Brasil pode ser ainda maior, já que o Ministério da Saúde tem somado com atraso os óbitos devido ao problema de subnotificação na coleta de dados.

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que espera que esta seja a “última semana da quarentena”. Ele ainda ressaltou que inevitavelmente 70% da população será infectada.

Segundo a ferramenta de Monitoramento dos Gastos da União, a soma dos gastos do governo federal no combate à covid-19 – até o momento – é de R$ 50,78 bilhões. O montante equivale a 22,3% dos R$ 226,79 bilhões de créditos extraordinários aprovados para o enfrentamento da doença.

(Fonte – Isto é)