Polícia Militar e ADAS realizam cadastro dos deficientes auditivos para situações de atendimento emergencial

Ao longo da tarde desta quarta-feira, 12 de fevereiro, os policiais militares CB PM Thabata e SD PM Pereira pertencentes a 2ª Companhia do 50° Batalhão de Polícia Militar do Interior, realizaram o cadastro de cerca de 20 pessoas surdas e com deficiência na fala, pertencentes a Associação de Deficientes Auditivos de São Roque – ADAS, no sistema de atendimento emergencial e-SMS disponibilizado pela Polícia Militar do Estado de São Paulo.

O cadastro individual foi realizado na sede da 2ª Companhia, onde, acompanhados de seus intérpretes, eles puderam conhecer melhor esta ferramenta e realizaram uma simulação em tempo real junto ao Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM) de Sorocaba. Esta foi a primeira simulação oficial realizada no sistema em todo o Estado de São Paulo.

O objetivo é que as pessoas com deficiência auditiva possam acionar os serviços 190 e 193 por meio de SMS (envio de texto por celular) em caso de acidentes, furtos ou roubos. Apenas mensagens de números de celulares previamente cadastrados no sistema serão recebidas pela PM. Este serviço é válido somente no estado de São Paulo.