Trump quer acelerar liberação de remédios com potencial para tratar coronavírus

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (19) que a entidade reguladora de medicamentos do país deve acelerar o processo de aprovação para potenciais terapias que tenham efeito contra a Covid-19.

A ideia é que isso aconteça enquanto uma vacina está sendo desenvolvida. Trump citou especificamente a droga Remdesivir, que ainda está em experimento, e a droga anti-malária cloroquina. A agência de vigilância sanitária dos EUA (Food and Drug Administration – FDA) deve iniciar o processo administrativo de regulamentação.

De acordo com a agência France Presse, a FDA limitou-se a dizer que a cloroquina já foi efetivamente aprovada para o tratamento da malária e da artrite, mas não para o coronavírus.”O presidente nos pediu para analisar esse medicamento. Queremos fazer isso implementando um ensaio clínico extenso e pragmático para obter informações e responder a todas as questões que possam surgir”, disse o diretor da FDA, Stephen Hahn.

Os ensaios clínicos para terapias em potencial para o coronavírus já estão acontecendo. Não é claro se o pedido de Trump tem mesmo o potencial para tornar um tratamento eficiente acessível com mais rapidez. “Pode ser algo que mude a partida ou não”, afirmou o presidente dos EUA. O comissário do FDA, Stephen Hahn, afirmou que o órgão está trabalhando com rapidez para examinar todas as possibilidades. “No curto prazo, estamos analisando as drogas que já estão aprovadas para outras indicações”, ele afirmou.

(Fonte: G1)