Implantação de corredor para motos na Raposo Tavares é discutido em reunião

Foi realizado nesta semana uma reunião entre a Polícia Rodoviária e representantes de motociclistas para tratar de um assunto bastante polêmico, o uso do corredor nas rodovias paulistas, em especial na Raposo Tavares, Castelo Branco e Airton Sena.

Segundo o SINDIMOTO “O encontro serviu para sensibilizar à polícia rodoviária em relação as multas que estão sendo aplicadas no chamado corredor da rodovia e por aproximação de veículos”. 

O sindicato ainda lembrou que ” o Artigo 56 (proibição de circulação de motos nos corredores) do Código de Trânsito Brasileiro – CTB, foi vetado pelo então presidente da República Fernando Henrique Cardoso e que o Artigo 192 (guardar distância de veículos) que deve se considerar a velocidade e as condições climáticas do local, permitem o tráfego no corredor.

A Polícia Rodoviária justificou na reunião que essas ações visam a diminuição de mortes nessas rodovias e coibir os excessos cometidos pelos motociclistas. Para comprovar mostrou estatísticas da redução: em 2018 foram 31 mortes e em 2019, devido as ações, registrou-se 19 no mesmo período.

O Comandante Menemilton disse entender a preocupação do sindicato e criará um Grupo de Trabalho com objetivo de buscar mecanismos que diminuam ainda mais os acidentes, como campanhas educativas. Segundo o militar, a intenção da Polícia Rodoviária é educar antes de multar.

Para o Grupo de Trabalho serão convidados a CCE, administradora das rodovias, o DER, órgão do Governo Estadual de São Paulo que fiscaliza as rodovias e demais entidades como Abraciclo e outras.

Estiveram na reunião o Ten Cel PM Menemilton, Maj PM Marcel, Cap PM Julio Martins, Ten PM Lima Neto, Gilberto Almeida Santos (presidente do SindimotoSP e Rodrigo Silva (Diretor de Relações Institucionais SindimotoSP).

Neste ano motociclistas da região de Cotia já realizaram manifestação na Raposo Tavares contra a aplicação destas multas. Eles lembram que em horários de pico a rodovia se transforma em praticamente um estacionamento a céu aberto, sendo o corredor a única forma de se transitar com a motocicleta.