Implantação de drive-thru para retirada de mercadorias no centro de São Roque pode acontecer já nos próximos dias

Em reunião com empresários e o presidente da Associação Comercial de São Roque (ACIA) e do Sindicato do Comércio Varejista de São Roque, na manhã desta terça (19), o prefeito Cláudio Góes considerou os pedidos do grupo, que pede o retorno dos comércios não essenciais em formato “drive thru”, utilizando algumas vagas de estacionamento no centro da cidade.

De acordo com o grupo de comerciantes, a reunião foi produtiva e as propostas devem ser avaliadas em breve pela Prefeitura. Ficou definido que, ainda nesta terça-feira, o prefeito vai reunir-se com os departamentos Jurídico, de Saúde e áreas correlatas para discutir a viabilidade das medidas discutidas na reunião. Segundo informou a Prefeitura, a implantação de drive-thru, próximo às lojas, para retirada de mercadorias, pode acontecer já nos próximos dias.

O prefeito também destacou a importância de reuniões como essa, para a definição de medidas que sejam eficazes ao comércio e seguras à cidade. “Em abril até tentamos fazer uma flexibilização nos serviços essenciais, porém foi revogada por orientação do Ministério Público Estadual”, comentou Claudio Góes.

Outra reunião está marcada para daqui a 10 dias.

Propostas

Entre as propostas discutidas está a criação do drive thru no centro da cidade, sendo demarcadas as vagas de zonal azul, ficando o cliente orientado a não descer do carro, passível de multa.

A ACIA fará placas orientando a população e a Prefeitura ficará a cargo de fazer um novo Decreto com as novas regras, com base as orientações também da Vigilância Sanitária e do Trânsito.  

Sobre o atendimento de cliente com hora marcada, neste momento ainda não será possível, mas será estudado para um futuro próximo. O mesmo se aplica aos salões de belezas e barbearias, que neste momento ainda não poderão funcionar, mas está em estudo por meio do plano do governo estadual, que deve ser instituído na próxima semana.

Em pauta também esteve o feriado prolongado. De acordo com informações o prefeito cogitou a possibilidade de serem instaladas barreiras sanitárias nas principais vias, além de ofícios serem encaminhados a clubes de moto, carro, pedindo que não haja movimentação na cidade.