Justiça B campeão da Copa Carambeí de Futebol de Salão 1982 | O Democrata

Na manhã do domingo 15 de agosto de 1982, São Roque não estava em festa somente por ser véspera do aniversário da cidade. Foi um dia marcante também no esporte e no rádio esportivo com a final da Copa Carambeí de Futebol de Salão na quadra da indústria têxtil na Avenida Brasil, 939.

O Justiça B foi a grande sensação da competição e levantou a taça ao ganhar na final do Clube Santos Dumont (Aeronáutica) por 4 a 2. A Aeronáutica tinha um grande time e durante o torneio mata-mata eliminou justamente o time principal do Justiça.

No elenco, com possibilidade de alguns enganos, estavam Pereira, Álvaro, Júnior, Beneval, Maurício, Tavares, Dias, Felizola, Rui, Humberto (goleiro) e Valdeclides.

Por sua vez, o Justiça B contava com jogadores já considerados veteranos como o goleiro Zamir, Edinho, Izaías, Chola, Piá, João Pó, Lima, Déde, Pelezão e meninos como Alexandre Zelão Budemberg e Pingão (Carlos Alberto Lopes).

O Justiça A que parou pelo caminho era superior tecnicamente e tinha Chico Dito, Polita, Nelsinho Seben, Alemão, Luizinho, Fuça, Botti e Jair

O Jornal O Democrata de 21 de agosto de 1982 destacou o título do Justiça na final da VII Copa Carambeí e trouxe detalhes da campanha. Foto 1

“E a Copa voltou para o seu lugar…” dizia o texto no primeiro parágrafo uma referência ao maior campeão da competição disputada pela primeira vez em 1976.

O Justiça levantava o tricampeonato depois das conquistas seguidas de 1977/78. A Copa Carambeí teve mais duas edições até 1984 e nenhuma outra equipe conseguiu o bicampeonato.

A reportagem destaca que foram 6 vitórias sendo duas por penalidades com 29 gols marcados e 12 sofridos. Os artilheiros foram Piá (11 gols), Chola (9), Edinho (4) Pingão (3), João Pó e Déde.

“O adversário da final foi a famosa equipe do Santos Dumont que poucos dias antes havia eliminado o Justiça A. Mas já estava escrito que zebra em cima do JUS somente uma vez e a equipe do Justiça B não deixou a equipe adversária levantar voo..”

“Já de início vencia por 3 a 0 e foi uma partida bem disputada onde a famosa e querida TORCIJUS abrilhantava mais ainda o espetáculo com uma grande festa de bandeiras, fogos, pó de arroz, batucada, hinos. E cada jogada do BEZÃO a torcida adversária reconhecia que o JUS na final põe todo o amor pelas cores azul e branca e se entrega com tudo na batalha de quem tem mais categoria na bola pesada.”

Registra ainda que grande caravana desfilou pela cidade onde logo depois a diretoria ofereceu uma cervejada a todos os torcedores e simpatizantes. O Bar Real do Toninho Sanchez (hoje Butiquim do Cláudio) era como se fosse a sede do Justiça.

JUSTIÇA HISTÓRICO
O Justiça é uma das importantes equipes do futebol de salão de São Roque e o Democrata também publicou o “Pequeno Histórico do Justiça F.S. São Roque”. Foto 2

“Tudo começou nos meados de 1963/64, em data que não se recorda, quando elementos na condição de funcionários da Justiça desta cidade de São Roque, uniram-se e resolveram formar uma equipe de futebol de salão, única e exclusivamente com intuito de unir mais seus funcionários e dar aos mesmos um lazer a mais nos fins de semana na quadra municipal de São Roque.”

“Teve início com a participação dos seguintes atletas da época como: Hostálio Luiz de Campos, dr. Dirceu de Arruda, João Roberto Lopes (João Pó), Demir do Carmo, Alcides Lopes e alguns convidados não funcionários como Roque dos Santos, Salvador dos Santos, Adair Ribotta e tantos outros que hoje nos foge da memória.”

Destaco, entre outros colaboradores, o trabalho de Alemão (José Carlos Crestanello) como jogador e dirigente do Justiça.

Aqui apenas um pequeno registro de uma das emocionantes finais da Copa Carambeí que movimentaram salonismo regional.

O empresário Vinicio César Pensa e outros esportivas tem muitas histórias para contar desta competição que nasceu tendo como inspiração o Cruzeirão de Sorocaba.

A final da Copa Carambeí de 1982 tem outro momento histórico. Marcou também a primeira transmissão esportiva da Rádio Universal de São Roque com a narração de Rodolfo de Lucca Júnior.

Eu tinha 15 anos e naquela manhã de domingo estava lá curioso observando pela primeira vez uma transmissão esportiva. Um ano depois fazia a minha estreia como locutor esportivo justamente em uma final da Copa Carambeí.

Acredite nos seus sonhos e preserve as lembranças.

Vander Luiz

Jornal O Democrata São Roque

Fundado em 1º de Maio de 1917

odemocrata@odemocrata.com.br
11 4712-2034
Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 04
Centro - São Roque - SP
CEP 18130-070
Copyright 2021 - O Democrata - Todos os direitos reservados