Ônibus gratuito começa a circular em Vargem Grande Paulista

Começou na terça-feira (5) a isenção da tarifa de ônibus municipal em Vargem Grande Paulista, na Grande São Paulo. Os passageiros deixarão de pagar a taxa de R$3,70. A cidade é a primeira da Região Metropolitana de São Paulo a não cobrar passagem do transporte público.

A Prefeitura aumentou a frota da cidade de sete para 13 veículos. Ainda segundo informações da prefeitura, as linhas municipais também foram modificadas: a cidade conta com sete linhas ao invés de quatro.

“Esses dias eu vinha a pé e me faltavam R$0,15 para pegar a condução. O cobrador não me deixou embarcar, alegando que faltava um valor”, conta o ajudante de pedreiro Ribamar Gonçalves, que está desempregado e não conseguia se deslocar pela cidade.

‘Tarifa Zero’

O programa Tarifa Zero é uma parceria entre o executivo municipal de Vargem Grande Paulista e a iniciativa privada que contribuirá com uma taxa mensal referente ao que já é gasto com vale transporte.

Em nota, a prefeitura explicou como chegou à tarifa zero. Segundo as informações, a cidade conta com 24 mil passageiros pagantes por mês. O custo operacional do sistema de cobrança custaria R$ 574 mil.

Com uma passagem de R$ 4,50, o prejuízo mensal seria de R$ 466 mil, que precisaria ser subsidiado pelo poder público. A prefeitura decidiu retirar o cobrador e o sistema de cobrança e, no lugar da empresa que administrava os ônibus, também optou por alugar 13 ônibus com motorista. O aluguel custa R$ 386 mil.

Para pagar a conta, a prefeitura decidiu cobrar R$ 39 por funcionário das empresas da cidade. Ao invés de pagar o vale-transporte, a empresa paga essa taxa.

O valor total desse recolhimento, somado às receitas publicitárias dos ônibus, deverão ser o suficiente para pagar o sistema, segundo as estimativas do poder executivo de Vargem Grande Paulista.

Fonte: G1