Os lucros por detrás das epidemias

No momento, estamos vendo a mídia mundial causando terror nos mercados mundiais, dando a entender que o consumo de alimentos vai desabar no mundo, em especial na China, e que isso vai afetar o agronegócio de diversos países, inclusive o nosso. Porém, há outras visões sobre o assunto, que divergem do que está sendo propagado pelos noticiários.

É lógico que os resultados de uma epidemia grave em um território de cerca de um bilhão de habitantes, é muito preocupante, porém, há algo mal explicado nas histórias dessas doenças. Não é a primeira vez que um problema que põe em risco a população mundial é divulgado e usado para aterrorizar e ocultar situações de alguns governos. Na Roma antiga, esse truque já era usado para distrair o povo com seus espetáculos sangrentos realizados no Coliseu, a fim de manter a atenção da população em determinado acontecimento, impedindo que a mesma se interessasse pelos assuntos governamentais.

Em nossos dias, esse mecanismo é usado de forma mais técnica, e vemos a China aproveitar uma situação de risco mundial, para derrubar os preços dos alimentos, e demais itens, como ocorreu em episódios anteriores. Surtos de gripes devem ocorrer constantemente por lá, porém, por que o vírus Corona é tão preocupante, mesmo alguns sanitaristas dizendo que ele não é muito letal? O que há de diferente nele?

A verdade é que a China mais uma vez usa uma doença para coagir sua população, e direcioná-la de acordo com seus interesses, tirando vantagens dos mercados, e impondo o terror da morte por contaminação, de certa forma pondo o mundo a seus pés. O curioso é que, todas as vezes que algo semelhante ocorreu por lá, o país vivia alguma crise, sendo agora a de abastecimento de alimentos, lembrando que ela sempre obteve ganhos financeiros com essas chamadas desgraças, que freava o consumo, e derrubava os preços a nível internacional.

Vamos lembrar 2004, quando surgiu a Gripe Aviária, 2009, com a Gripe Suína, e em 2017, a Gripe Suína Africana, que invadiu a China causando os mesmos resultados. E como sempre, ela com saldo positivo na balança.

Agora, há o vírus Corona, que impede os chineses de comemorarem e fazerem gastos durante as festividades, ameaçando o mundo inteiro com uma recessão, acompanhado como sempre das previsões fatídicas de morte.

Isso aconteceu também com o Ebola, que matou muita gente, mas fez muitos milionários em sua trajetória.

Os relatos dizem que muitos vírus foram desenvolvidos para atender a interesses de governos, e somos reféns dessas situações, sejam elas verídicas ou não. O fato é que muitas indústrias ganham rios de dinheiro com esses acontecimentos, entre elas os laboratórios, que prometem nos tirar das garras da morte eminente. Onde está a verdade?

Disney Medeiros Raposo