Agente penitenciário que trabalhava em Mairinque mata namorada e depois comete suicídio

Um agente penitenciário que trabalhava em Mairinque, matou a namorada e depois cometeu suicídio na Vila São José, em Itapetininga, no último sábado, 23.

De acordo informações da Polícia Militar, o homem de 37 anos chegou a ir até a casa da família para se despedir e pedir desculpas antes de tirar a própria vida.

A irmã dele contou aos policiais que o agente penitenciário trabalhava em Mairinque, mas morava em Sorocaba com a namorada.

Na noite deste sábado, ele estacionou o carro em frente à casa da família, em Itapetininga. Nervoso, ele contou que tinha brigado com a namorada e que sua arma havia disparado acidentalmente e acabou atingido a companheira.

Depois, o agente penitenciário teria dito que amava todos e pediu perdão aos familiares. Após os dizeres, ele pulou o muro da casa e saiu para a rua.

Em seguida, a família ouviu um barulho de disparo de arma de fogo. A irmã foi até a frente da casa e o encontrou já caído. Além disso, a namorada já estava morta dentro do carro.

O caso será investigado pela polícia.