Filho é suspeito de roubar moto, mas quem acaba preso é o pai

Na manhã desta quinta-feira (12), a PM prendeu um indivíduo e apreendeu dois adolescentes durante operação realizada no bairro São João Novo, em São Roque.

Equipes de policiamento realizavam o patrulhamento ostensivo pelo bairro, a fim de coibir delitos, quando avistaram uma motocicleta sem placa ocupada por dois indivíduos sem capacete. Os policiais tentaram realizar a abordagem, mas a dupla conseguiu se evadir. Ainda próximo ao local, os policiais encontraram um adolescente, identificado como ‘G.F.L’ o qual foi visto na garupa da motocicleta e realizaram a abordagem, não localizando nenhum ilícito com ele.

Perguntado sobre a motocicleta, negou ter envolvimento com o fato. Questionado sobre o que fazia naquele local, alegou estar esperando por um amigo. Durante a abordagem o adolescente estava nervoso e divergindo suas respostas.

A residência que ele aguardava pelo amigo não tinha portão e os policiais foram averiguar o quintal, encontrando a motocicleta em que ele estava. Em seguida, saiu da residência o outro indivíduo, identificado como ‘P.D.B’ sendo constatado que ele estava pilotando a motocicleta. Também indagado sobre a motocicleta, informou que era de ‘G.F.L’. Após a abordagem nada de ilícito foi localizado com ele, porém, durante busca na motocicleta, foi constatado que a numeração de chassis e do motor estavam suprimidas e dentro da carenagem do farol foi localizado um simulacro de arma de fogo.

Nenhum deles soube explicar a respeito do simulacro. O pai de ‘P.D.B’ autorizou a entrada dos policiais para averiguarem sua residência, mas nada de ilícito foi localizado.

Ao consultar sua documentação, foi constatado que ele estava sendo procurado pela Justiça, tendo em seu desfavor um mandado de prisão civil com um valor em aberto de R$ 34.532,08.

Todos foram conduzidos ao Plantão Policial de São Roque, para a apresentação da ocorrência, onde o pai de ‘P.D.B’ permaneceu preso à disposição da Justiça, o simulacro e a motocicleta foram apreendidos. ‘G.F.L’ e ‘P.D.B’ foram liberados após a elaboração da ocorrência.