Prédio da GCM na Bandeirantes passa a abrigar o Esporte e terá vigilância

 

Com a transferência da sede da Guarda Civil Municipal – GCM – para a estação ferroviária, o prédio da avenida Bandeirantes vai abrigar a Divisão de Esportes da prefeitura de São Roque. À noite e aos finais de semana a Vigilância da GCM permanecerá no recinto.

Durante o dia, o local contará com a presença do pessoal do Esporte, mas haverá serviços de ronda. “Nós disponibilizaremos uma viatura para fazer algumas paradas, tanto de dia quanto à noite. É um espaço onde as famílias frequentam, praticam atividades esportivas e, com certeza, daremos todo o suporte para que a ordem e a segurança sejam mantidas”, destaca o Comandante da GCM, Celso Antônio Domingos.

Outras Notícias 

Procon-SP encontra infrações em 57 supermercados da capital e interior

Em nossa região, em São Roque e Alumínio apenas dois pequenos comércios, um em cada cidade, apontou inadequação da informação de preço

Com o objetivo de fiscalizar o cumprimento da informação de preços ao consumidor, a Operação De Olho no Preço, mais uma vez, realizou ações na capital e núcleos regionais, no último mês. Comandada pela Fundação Procon, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado, a operação constatou irregularidades em 57 supermercados.

Ao todo, foram visitados 86 locais nos municípios de Alumínio, Araraquara, Bauru, Campinas, Catanduva, Paulínia, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Salto de Pirapora, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Roque, Sorocaba, Votuporanga, Votorantim e São Paulo. Na cidade de Votorantim o Procon municipal participou da ação. Em nossa região, em São Roque e Alumínio apenas dois pequenos comércios, um em cada cidade, apontou inadequação da informação de preço.

Entre as infrações constatadas estavam diferença de preço informado entre caixa e gôndola, descumprimento de oferta, falta ou inadequação na informação do preço, venda de carne pré-moída e produtos sem informação de validade ou com prazo de validade vencido.

 

Gestores da região buscam restringir rotas de fuga de pedágio no km 47,6 da Raposo

O prefeito de São Roque, Claudio Góes, o de Vargem Grande Paulista, Josué Ramos, e o vereador Etelvino Nogueira, se reuniram na manhã desta quarta-feira, dia 18, com o objetivo de discutir soluções nas rotas de fuga de pedágio no km 47,6 da Rodovia Raposos Tavares, acesso aos Bairros Ruth Maria (VGP), Caetê e Juca Rocha (SR).

Devido ao uso das rotas alternativas, o fluxo de caminhões pesados nas referidas vias e em parte da Estrada da Lagoa é intenso, o que causa muitos transtornos aos moradores e estudantes que utilizam os percursos. “E já antevemos que, com a pavimentação da Estrada do Caetê, essa situação tende a piorar. Com isso a vida útil do asfalto também acaba sendo comprometida”, se preocupa Góes.

A comissão busca soluções conjuntas para o problema. Para tanto, uma nova reunião, com representantes da Concessionária CCR Viaoeste, está agendada para esta sexta, 20. “Ainda trataremos mais assuntos, na busca de soluções e qualidade de vida para todos”, comenta Josué Ramos.

Na reunião também se fizeram presentes o diretor do Departamento de Planejamento de São Roque, Claudinei Rosa e o secretário de Obras de Vargem Grande, Newton Oikawa.

Construção de rotatória 

Outra pauta da reunião foi a construção de uma rotatória na entrada do Caetê e bairro do Carmo, a fim de evitar conversões perigosas e acidentes. “Isso porque as conversões da rodovia para os bairros e vice-versa são proibidas, obrigando o morador a retornar em Vargem Grande e pagar pedágio. O que não achamos justo. Essa situação precisa ser resolvida o quanto antes, em nome da segurança e do bem-estar”, finaliza Etelvino Nogueira.