Prefeitura de São Roque gasta cada vez menos com o transporte coletivo

Subsídio do serviço de transporte reduz em 40%, quase R$ 300 mil menos em agosto

Desde que o prefeito de São Roque, Guto Issa, iniciou a “revolução” no transporte coletivo a cidade tem gastado cada vez menos com o serviço. O valor do subsídio pago pela Prefeitura pelo transporte público municipal diminuiu quase R$ 300 mil em agosto, em comparação ao mês passado.

“Revolucionamos o transporte público da nossa cidade, com ônibus 0 km, mais tempo de integração e uma passagem mais barata. E isso é só o começo. Com a nossa vida voltando a normalidade, graças a vacinação acelerada contra a covid-19, mais pessoas estão aderindo ao transporte municipal e isso significa um valor menor de subsídio para a empresa, recurso que será revertido para outras benfeitorias a população”, afirmou o Prefeito Guto Issa.

Em agosto deste ano o valor pago pela empresa foi de R$ 440.000,00, quase 40% menos do que o registrado em julho deste ano, quando o valor do subsídio foi de R$ 721.147,13. A expectativa é de que com a crescente retomada econômica na cidade, a utilização do transporte continue a crescer, reduzindo ainda mais o valor pago pela prefeitura ao serviço de transporte público.

Pelo contrato firmado entre a administração pública e a empresa Jundiá, o valor do subsídio é sempre menor quando o número de passageiros nos ônibus aumenta. Ou seja, quanto mais pessoas usarem, menor será o valor pago mensalmente a empresa.

Desde o início da sua gestão, o prefeito Guto Issa tem sido responsável por grandes mudanças no transporte público de São Roque. Além da nova frota 0km que começou a operar neste ano, a passagem caiu de R$ 4,00 para R$ 3,00 (menos 25%) no cartão de transporte e de R$ 4,20 para R$ 3,50 (menos 16,66%) no pagamento em dinheiro. O tempo de integração entre linhas aumentou e agora varia entre uma hora e meia e duas horas. Além disso, algumas linhas tiveram seus horários ampliados.

Fonte: Assessoria de Imprensa