Programa Volta às Aulas reforma escolas antes do início do ano letivo

Próximo da volta às aulas, o Governo do Estado anunciou uma verba de R$ 52 milhões para conservação e reforma das escolas estaduais. Nesta terça-feira (16), o governador Geraldo Alckmin esteve uma das escolas beneficiadas, na Zona Norte de São Paulo.

“Estamos na Escola Estadual professor Paul Hugon, no Mandaqui. Aqui, está ocorrendo o mesmo que nas 5 mil escolas do Estado: o programa Volta às Aulas. As aulas começam no dia 1º de fevereiro; nós queremos que até lá, quando os alunos voltarem, as escolas estejam arrumadas e pintadas. Estamos fazendo um convênio, com o dr. Nalini (José Renato Nalini, secretário de Estado da Educação) e com as APMs (Associações de Pais e Mestres) de todas as escolas. Investiremos 50% a mais de recursos do que no ano anterior. As escolas receberão de R$ 4.600 à R$ 46 mil. Essa que é um escola grande receberá R$ 38 mil”, disse Alckmin.

Com o repasse às APMs, as escolas poderão contratar e acompanhar serviços de pintura, limpeza de caixa d`água, fiação elétrica, revestimentos, troca de vidros e janelas, entre outros serviços. “A APM contrata a empresa e faz pintura, troca de lampada, ventilador, goteira… todos os pequenos reparos, é claro que no caso de uma reforma estrutural, o processo é diferente”, explicou o governador.

Nas reformas estruturais como a de construção de quadras esportivas e ampliação de prédios, que necessitam de laudos técnicos e aprovação de projetos de engenharia, a Delegacia Delegacia Regional de Ensino deve encaminhar um pedido para a Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE).

Reformas em todas as escolas

Estão incluídas no pacote de reformas do Volta às Aulas, as unidades de Ensino Fundamental (Ciclos I e II), de Ensino Médio e também as que possuem Centro Estaduais de Jovens e Adultos (CEEJA).