Qual é a finalidade do número dos bancos?

Em compras feitas on-line, o número do banco é essencial para a realização de transferências (Foto: rupixen.com/Unsplash)

Toda instituição financeira possui um número do banco. No momento de realizar transferências e pagamentos, pode ser solicitado o código de três números que identifica o banco responsável pelo recebimento do valor.

Sem o número dos bancos, essas transações não poderiam ser realizadas. Nas operações em caixas eletrônicos, por exemplo, o código pode não ser solicitado. Entretanto, em alguns aplicativos e sites, o código do banco é exigido.
Embora seja uma informação corriqueira na rotina de operações financeiras, poucas pessoas sabem o que é e qual a finalidade do número dos bancos.

Entendendo o que é o número dos bancos

O número do banco serve para que todas as transações possam ser realizadas através do Sistema de Compensação de Cheques e Outros Papéis (Compe). O programa processa diariamente todas as compensações de cheques e tantos outros documentos trocados entre diferentes bancos. É pelo código que, ao fazer uma transferência ou emitir um cheque, o dinheiro vai para onde foi enviado.

Desta forma, o código serve para identificar as instituições financeiras em operações como Transferência Eletrônica Disponível (TED), Documento de Ordem de Crédito (DOC) e compensação de cheques.

O número do banco dá segurança às transações, para que não haja erros e riscos do dinheiro ir para a instituição ou pessoa errada. Por essa razão, é tão importante.

Transferência usando o número do banco

Cada banco tem seu próprio código, ou seja, é um código único que não se repete. O do Banco do Brasil, por exemplo, é 001 e o da Caixa Econômica Federal é 104. Já o número do Nubank, banco digital, é 260.

Além do número do banco, ao realizar uma transferência bancária é necessário apresentar o nome completo de quem irá receber o valor, agência (sem dígito), conta (com o dígito) e CPF ou CNPJ do destinatário. Também é exigido o tipo de conta do destino da operação, sendo ela corrente, poupança, investimento ou pagamento. Todos esses dados, assim como o número do banco, devem ser colocados corretamente para assegurar que o dinheiro chegue para a pessoa correta.

Em casos de bancos digitais as mesmas informações são solicitadas. Mesmo não possuindo uma agência física, eles têm código, um número de agência e um número para cada conta.

O que acontece ao informar um número de banco errado?

Assim como as outras informações, o número do banco deve ser verificado e fornecido corretamente para que o destino certo possa receber o dinheiro. Caso o código informado esteja incorreto, a transferência não é completada.
Em caso de instituições financeiras com números de banco semelhantes, pode ocorrer o risco de o dinheiro ser processado para a instituição errada, onde não serão identificados códigos de agência e de conta compatíveis. Nessa situação, a transferência também não se completa.

A orientação geral é sempre verificar a veracidade das informações prestadas e conferir os dados do destinatário em suas operações para evitar possíveis erros.