Que idade você tem quando nasce?

Será que quando nascemos somos mesmo uma página em branco para escrever nossa vida?
Estamos iniciando 2018, nasceu um ano novo, e a exemplo da reflexão acima, eu faço outras perguntas: que legado 2017 nos deixou? Que fizemos das experiências vividas, dos sonhos, desafios, projetos, sucessos, fracassos, relacionamentos, amizades, família? O que fizemos com nossa história que passou? Apagou? Zerou?
Acho que não, né?!

Ocorre que sempre que chegamos ao final de um ano parece que a vida tem a magia do recomeço, de encerrar o velho e abrir um novo ciclo de crescimento para nós. É o efeito da morte e do renascimento. Nascer para viver, morrer e renascer, no infinito ciclo de fortalecimento de nossas sementes.

No entanto, é ilusão pensar que estamos começando do zero, abrindo uma página em branco para escrever nossas histórias. Não! O nosso espírito tem o legado de muitas vidas condensado em registros preciosos guardados em nosso inconsciente e no inconsciente coletivo da humanidade.

Por isso é tão importante manter o contato com nossa sabedoria interna. Aprender a meditar, a buscar ajuda interna para lidar com nossos ciclos de dor e curá-los com amor.

O passado não serve de nada, isto é certo, porque o que tinha que ser vivido já foi, mas as aprendizagens que ele proporcionou ao nosso espírito, estas são eternas. Formaram os padrões que nos guiarão pela espiral de novas e infinitas probabilidades da nossa contínua evolução espiritual. Importante é ter clareza do padrão com o qual estamos escolhendo seguir. AMOR ou DOR, ABUNDÂNCIA ou ESCASSEZ.

Nascemos no tempo para somar experiências, diminuir erros, multiplicar aprendizagens e compartilhar sabedoria. Em nossa jornada encontraremos pessoas que nos farão aprender mais sobre nós mesmos, desafios que nos manterão ativos para não enrijecer os músculos antes da hora. Nascemos com todo o tempo do mundo para aprendermos mais sobre nossa razão de ser, mas como ele é cíclico, uma hora ele acaba. Fato é que a gente nunca sabe quanto tempo no tempo a gente ainda tem.

Por isso é importante que a cada renascimento você salve o registro positivo de tudo que você viveu e aprendeu, e guarde a lição. Pois, de verdade, ninguém começa um ano novo vazio. Ele vem com o seu legado e a sabedoria que ele lhe trouxe é a virtude que possibilitará você fazer escolhas bem melhores hoje do que fez até ontem.
Por isto, mãos à obra!

Pegue seu caderninho de sonhos, crie um plano, defina as metas e os passos que você precisa dar até o seu destino final. Pode ser para daqui um ano, quem sabe, dois, três ou cinco! E dê o primeiro passo!
O seu futuro depende da semente que você está semeando agora.

Lembre-se de regar com muito amor a sua lavoura! Conecte-se com as pessoas que estão com você neste propósito. Um sonho não se realiza com a evidência da meta, ele se realiza em cada pequeno passo que você dá enquanto caminha para alcançá-la.

Morrer e nascer de novo é parte da vida! Por isso, aproveite o novo ciclo!
Faça Seu Céu Brilhar

Contato:
Maria D’Arienzo – Astróloga e Master Coach
Amplie seu autoconhecimento: Faça seu Mapa Astral
WhatsApp: (11) 99251-7624
Site: https://facaseuceubrilhar.com.br/