Resultado de análise aponta qualidade da água na cidade em desacordo com a lei

Na última semana, o prefeito de Alumínio, Antônio Piassentini (Bimbão) divulgou nas redes sociais o resultado de uma análise feita pela Sabesp, no fim de outubro, referente à qualidade da água na cidade.

Foi feita uma avaliação microbiológica para detectar a presença de coliformes na água, assim como escherichia, mas nada foi encontrado. Já para as propriedades organolépticas, sobre cor, cheiro, gosto e textura, a conclusão apontou a qualidade da água como insatisfatória. De acordo ainda com a análise, a água está em desacordo com a legislação em vigor por apresentar cor aparente acima do valor máximo permitido.

Inúmeras são as reclamações de moradores desde outubro deste ano sobre a cor da água, o cheiro e o gosto. “O gosto da água é horrível, o cheiro é insuportável. Então é difícil até para cozinhar. Você pode filtrar a água e ferver que o cheiro não sai”, disse o morador Giovanni Ávila em entrevista à TV Sorocaba.

 “A Sabesp forneceu água com qualidade duvidosa, então nós coletamos amostras em diversos pontos da cidade e notificamos a empresa para que melhore a qualidade da água. Tem muitos problemas e a Sabesp vai ter que resolver isso aí”, disse o prefeito.