São Roque pode ter atendimento de UTI pelo SUS

Nesta semana, o Jornal O Democrata questionou a Prefeitura sobre o futuro da UTI COVID-19 da Santa Casa. Com o arrefecimento da pandemia e o aumento dos leitos vagos na unidade de terapia intensiva, apuramos o que poderá ser feito com a ala do hospital que atendeu pacientes em estado grave nos últimos meses.

A Prefeitura de São Roque informa que há um pedido de habilitação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) sendo analisado pelo Departamento Regional de Saúde (DRS), divisão administrativa do Governo do Estado de São Paulo responsável pela gestão de processos de saúde.

A medida visa transformar alguns dos leitos hoje destinados ao tratamento da COVID-19 na Santa Casa de São Roque, em leitos para atendimento de pacientes em geral. A capacidade de atendimento ainda será definida pela própria DRS e pelo Ministério da Saúde. A medida atende orientação de qualificação do atendimento. A avaliação da DRS deve ser concluída nas próximas semanas.

A administração municipal destaca que será feita uma readequação no convênio com a Santa Casa para possibilitar os trâmites. “Esta será uma grande conquista para a saúde da nossa cidade, pois em toda a sua história, será a primeira vez que o Sistema Único de Saúde terá UTIs de qualidade e em definitivo”, reforça o prefeito Guto Issa.

COVID-19

Nas últimas semanas, após o avanço da vacinação da população, houve a queda dos números de internações e casos graves de COVID-19. Mesmo com as mudanças previstas, os pacientes que necessitarem de atendimento ainda terão total suporte e cuidados específicos para o tratamento da doença.

Outras ações

Também está prevista a instalação de um tomógrafo na cidade. Segundo pesquisa feita pelo Departamento de Saúde, a locação do equipamento será mais viável no momento. A implantação ainda está em discussão.
Entre outras ações, a Santa Casa passou por reformulação de equipes para humanização dos atendimentos e reativação do refeitório para os funcionários do hospital. A população também passou a contar com duas ambulâncias exclusivas para o atendimento da Santa Casa, sendo umas delas UTI.