Campanha contra a Poliomielite segue até o dia 30 de novembro

A Campanha de Vacinação contra a Poliomielite foi prorrogada até o 30 de novembro em todo território nacional. A determinação, que vem do Ministério da Saúde, é fundamentada na baixa procura pela imunização, que atingiu recordes negativos.

Em Mairinque, todos os Postos de Saúde seguem fazendo a vacinação contra o poliovírus em crianças menores de cinco anos, obedecendo as diretrizes estaduais de enfrentamento do Coronavírus, a fim de evitar aglomerações.

Porém, mesmo com a intensificação, os números de todos os grupos seguem abaixo do estimado pelo Vigilância Epidemiológica. Entre as crianças com até um ano, apenas 53,57% da população local buscou a imunização, sendo que as de até dois anos atingiram apenas 69,61%. A população de até três anos chegou em 65,91% da imunização, com as crianças de quatro até cinco anos 59,65%.

O Chefe da Vigilância, Luiz Pinheiro, ressalta a importância dos pais em levarem seus filhos para receberem as gotinhas, uma vez que é a poliomielite é uma doença infectocontagiosa grave, responsável por causar sérias lesões, que afetam o sistema nervoso, provocando paralisia irreversível.

“A taxa mínima de imunização estima todos os anos é de 95% da população infantil, e como é possível ver, não atingimos em nenhuma idade essa taxa, o que é preocupante. A Poliomielite é uma doença que causa diversas sequelas e já havia sido controlada, mas com a baixa adesão, corre-se o risco de ela retornar”, explica Luiz.

O atendimento nos Postos é feito das 7h às 16h e em caso de dúvidas, a Vigilância Epidemiológica de Mairinque pode ser contata pelo telefone (11) 4708-3574.