Pesquisadores afirmam ter descoberto dois medicamentos que auxiliam no tratamento da Covid-19

Nesta quinta-feita, 7, dois medicamentos anti-inflamatórios que auxiliam no tratamento contra a Covid-19.

Pesquisadores que realizaram um ensaio em unidade de terapia intensiva do NHS ( sistema de público de saúde britânico) disseram que os medicamentos Tocilizumabe e Sarilumabe, além de salvar mais vidas, os tratamentos aceleram a recuperação dos pacientes e reduzem em cerca de uma semana o tempo em que os pacientes críticos precisam passar na terapia intensiva.

Segundo os pesquisadores, ambos os medicamentos parecem funcionar igualmente bem e aumentam o benefício já encontrado com um esteróide barato chamado dexametasona.

Os suprimentos já estão disponíveis em todo o Reino Unido para que possam ser usados ​​imediatamente para salvar centenas de vidas, dizem os especialistas.

Embora os medicamentos não sejam baratos, custando cerca de £ 750 a £ 1.000 por paciente, além do custo da dexametasona de £ 50, a vantagem de usá-los é clara – e mais barato do que o custo por dia de uma cama de terapia intensiva que no Reino Unido custa de cerca de £ 2.000, dizem os especialistas.

O pesquisador principal, Prof Anthony Gordon, do Imperial College London, disse, “para cada 12 pacientes que você trata com essas drogas, você espera salvar uma vida. É um grande efeito”.

No estudo REMAP-CAP realizado em seis países diferentes, incluindo o Reino Unido, com cerca de 800 pacientes em terapia intensiva, quase 36% dos pacientes da Covid em terapia intensiva que receberam tratamento padrão morreram. Segundo a pesquisa, os novos medicamentos reduziram para 27%, quando administrados para pacientes dentro de 24 horas após entrarem na terapia intensiva.

O professor Stephen Powis, diretor médico nacional do NHS, disse. “O fato de agora haver outro medicamento que pode ajudar a reduzir a mortalidade de pacientes com Covid-19 é uma notícia extremamente bem-vinda e outro desenvolvimento positivo na luta contínua contra o vírus.”

Os médicos estão sendo aconselhados a usar os medicamentos em qualquer paciente com Covid.