Secretaria de Saúde de Mairinque registra casos e orienta população sobre combate ao mosquito da Dengue

A Secretaria de Saúde de Mairinque alerta a população sobre as ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti no município. Os agentes controladores de vetores seguem visitando as regiões onde foram confirmadas a existência de larvas, a fim de ressaltar a importância da prevenção e erradicar possíveis criadouros da Dengue.

Entre as localidades que registraram casos, o Centro e os bairros Jardim Cruzeiro, Vila Barreto, Vila Granada e Nova Mairinque apresentaram histórico de incidentes contendo larvas do Aedes, além de possuírem focos de proliferação durante as investigações larvárias realizadas neste ano.

Conforme a instrução passada pelos agentes, as fêmeas transmissoras da doença costumam espalhar seus ovos em pontos de difícil acesso para os humanos, aproveitando-se principalmente de cenários urbanos em situação de vulnerabilidade. Nesse sentido, é importante lembrar que os ovos do Aedes Aegypti sobrevivem até 450 dias em ambientes secos, por isso é essencial que todos os criadouros sejam eliminados o quanto antes para evitar que eles eclodam neste período de chuvas.

A chefe de Divisão de Zoonoses, Josimara Grinholli, comenta que todos os moradores devem tomar cuidados básicos para evitar a doença, uma vez que já foram contabilizados, neste ano, mais de 700 mortes por Dengue no Brasil, sendo cerca de 300 no Estado de São Paulo. “Todo cuidado é importante, pois a Dengue é uma doença cíclica que tende a ficar cada vez mais intensa. Em 2019, por exemplo, já temos seis vezes mais casos do que no ano anterior”.

“Não dá para facilitar! A Dengue mata, principalmente idosos e pessoas com hipertensão, diabetes e doenças renais. É preciso que todos mantenham as lixeiras externas apenas com lixos ensacados e os cidadãos que viajam diariamente para cidades vizinhas tenham atenção redobrada e usem repelentes frequentemente, junto com roupas compridas e sapatos fechados para reduzir a área de exposição ao mosquito”, complementa Josimara.

No combate à proliferação do Aedes, os agentes controladores de vetores de Mairinque estão visitando as residências, devidamente identificados e com crachás da Prefeitura em mãos. Em caso de dúvidas sobre essas visitas e do trabalho de prevenção, entre em contato através do telefone (11) 4718-8646