Testes do novo sistema para ampliar a coleta de esgoto em São Roque começam em breve

São Roque já tem 91,6% do esgoto tratado segundo a Sabesp. Para ampliar esse atendimento foram construídas duas unidades de bombeamento que conduzirão os esgotos coletados nessas regiões e que também contemplarão os distritos de São João Novo e Maylasky até a estação de tratamento. Essas obras já estão prontas, aguardando apenas a ligação de energia elétrica para iniciar os testes operacionais.

A empresa já investiu cerca de R$ 44,6 milhões no sistema de esgotamento sanitário em São Roque entre 2012 e 2017. Já considerando os bairros afastados e distritos o índice de cobertura com rede pública de esgotos é de 68,5%, dos quais 89,7% são tratados. Os investimentos possibilitaram o tratamento dos esgotos do município, contribuindo para a despoluição e melhoria da qualidade da água dos ribeirões Guaçu e Mombaça, ambos afluentes diretos do rio Tietê, além os córregos Aracaí, Carambeí e Marmeleiro, que cortam a área central da cidade.

Em operação desde agosto de 2017, a estação de tratamento localizada no bairro Guaçu tem capacidade para processar 156 litros de esgotos por segundo, permitindo que 6 milhões de litros de esgotos in natura por dia sejam tratados antes de serem lançados nos rios e córregos da cidade.

Serão beneficiados com o novo bombeamento cerca de 88 mil moradores. Para isto, foram investidos também cerca de R$ 1 milhão nas obras do sistema de esgotamento sanitário Carambei que incluiu a implantação de coletor-tronco, linha de recalque, travessia na Rodovia Prefeito Quintino de Lima e uma unidade de bombeamento. Em operação desde junho de 2019, essa obra permitiu o atendimento de 2.500 ligações, beneficiando cerca de 8.500 moradores dos bairros Goianã, Paisagem Colonial, Jardim Conceição, além de parte do Parque Aliança.

Visando melhorar ainda mais o processo de combate às perdas no sistema de distribuição, estão previstos para os próximos dois anos investimentos em setorização de redes e remanejamentos de redes antigas. Para isto, serão utilizados recursos de financiamento no valor aproximado de R$ 18 milhões, obtidos junto a Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA), para contratação de serviços e compra de materiais. Os serviços já estão contratados e a previsão é que os trabalhos tenham início em outubro de 2019.

A Companhia que teve o contrato de concessão renovado em 2012 no município para operar por mais 30 os serviços de água e esgoto representou um grande avanço para o setor de saneamento. Em junho 2018, a população são-roquense aprovou a qualidade de serviços prestados pela Sabesp no município com índices de satisfação geral alcançando 83%.