Time do Emprego: oportunidade para se inserir no mercado

 

Todo cidadão pode ter a chance de conquistar um emprego ou abrir o seu próprio negócio. Aqui no Estado de São Paulo, o Time do Emprego é uma via rápida e bastante eficiente para preparar o trabalhador ao mercado de trabalho.

Implantado pela Secretaria de Estado de Emprego e Relações do Trabalho, o programa tem como objetivo formar um “time” de cidadãos para compartilhar experiências e conhecer novas possibilidades na hora de procurar um emprego.

“É essencial, por exemplo, saber como se portar em uma entrevista e como fazer um bom currículo, se não a pessoa fica para trás no processo seletivo. O Time do Emprego é importante para aqueles que têm como objetivo entrar no mercado de trabalho ou conseguir uma nova colocação e não sabe por onde começar”, explica o secretário do Emprego e Relações de Trabalho, Cícero Firmino da Silva.

Dessa forma, são realizados encontros nos quais os participantes reconhecem suas habilidades e estabelecem metas profissionais. A ideia é criar um clima de solidariedade e apoio mútuo entre os trabalhadores.

Essa é uma forma de promover o conhecimento pessoal e profissional e, sem dúvida, resgatar a autoestima de uma pessoa desiludida com o mercado. “São vários módulos que o programa oferece e, à medida que o participante for avançando, poderá chegar ao nível de empreendedor”, afirma o gerente do setor de Seguro-Desemprego da SERT, Miguel Sanchez.

Dinâmica

O Time do Emprego está disponível em 425 municípios do território paulista. Geralmente, as inscrições podem ser feitas no Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) do município ou nos órgãos públicos determinados por cada prefeitura.

Cada Time é comandado por uma equipe de facilitadores, que são treinados e capacitados na capital para que possam ministrar os encontros nos seus respectivos municípios. Segundo a supervisora do programa, Sandra Império, essas pessoas são agentes públicos designados pela própria prefeitura com nível completo de ensino superior. Em todo Estado, são mais de 700 multiplicadores do programa.

“As pessoas têm uma grande dificuldade nos processos de seleção muitas vezes por conta da timidez. Por mais que ele tenha o perfil para vaga, acaba se perdendo na hora de participar. Nossa função, portanto, é trabalhar o seu estado psicológico. Ele, sobretudo os jovens, tem que estar preparado para ter esse diferencial”, completa.

O Time acontece duas vezes por semana com duração de quatro horas cada, totalizando 12 encontros por turma. Normalmente, são disponibilizadas entre 15 e 25 vagas. Desde a criação, o programa registrou cerca de 70 mil participantes, sendo que 25,4 mil foram inseridos no mercado de trabalho.

No município de Itapetininga, o programa chegou em 2013. Uma das facilitadoras, Inaê Roberto Martinho, conta que dicas simples podem fazer muita diferença na hora de arrumar um emprego. “Os nossos encontros são bastante dinâmicos e diferenciados. Buscamos trazer profissionais externos para participar, como professores acadêmicos, especialistas em RH, entre outros. Não pode ser um trabalho mecânico, não é só pegar o certificado”, disse.

Mais do que um trabalho voltado para conquistar um emprego, o programa também incentiva os participantes a estudarem e até mesmo manter um estilo de vida saudável e produtivo. Quando terminam o curso, além do certificado, eles podem contabilizar a participação no currículo.

“Muitas empresas enxergam com bons olhos os candidatos que já participaram do Time. Isso porque desenvolvemos um trabalho de humanização e fazemos com que eles acreditem no seu potencial”, completa Martinho.