Três passos para você desenvolver o hábito de meditar

Ouça os seus pensamentos em silêncio

Esteja consciente de que eles habitam a sua mente, mas eles não são você. Você é a testemunha de que existe uma dimensão invisível que habita o seu cérebro para lhe ajudar a organizar a vida neste plano. No entanto, é você quem deve decidir que escolhas fazer e que pensamentos alimentar. Sair da vida guiada pelo piloto automático e passar a definir o seu destino de acordo com sua consciência verdadeira. Assim, você estará tirando o poder de seus pensamentos involuntários, não permitindo que eles tomem conta de você.
Para isto, você só precisa decidir ser feliz e viver em paz! Mas esta decisão deve anteceder qualquer outro movimento, pois ela pode ser atropelada por muitas coisas ilusórias na vida. Como por exemplo: o desejo de poder e controle, a falta de tempo, o medo de olhar para dentro, e o julgamento – que condena antes de compreender.

Pensamentos involuntários são os maiores agentes construtores de ansiedade

Vivemos em um mundo de formas que valorizam muito mais o externo do que o interno. Somos seres alicerçados em estacas de ferro e acreditamos que nossa segurança está em garantir o nosso sustento, o dinheiro, a beleza do corpo, o sucesso na vida pessoal e na carreira. Contudo, esquecemos que todas essas conquistas precisam antes de energia. A mesma que nutre os pensamentos involuntários ansiosos por aquilo que acreditamos que queremos ou que não temos. São eles que atormentam e cansam o nosso corpo, pois se alimentam da nossa energia vital enquanto nos esvaziamos dela. Porém, quando você decide usar a sua energia em momentos de integração com sua Unidade, os seus pensamentos compulsivos cessam, pois não têm mais com o que se nutrir. Quando você faz isso passa pelo instante de mente vazia, que são aqueles curtos espaços de tempo, segundos no início, em que você experimenta apenas “sentir” e não “pensar”. Este é o início do processo da meditação. E é de lá que nasce um sentimento profundo de alegria e gratidão que vem da fonte para nutrir o Ser.

3 dicas que poderão ajudar você a criar o hábito de meditar

Disciplina
O cérebro aprende por repetição, por isto, para tornar a meditação um hábito, você precisará fazê-la de forma disciplinada e regular, preferencialmente todos os dias, durante pelo menos 21 dias seguidos, até que se consolide em uma prática diária de reabastecimento com a fonte.

Vontade
Você precisa decidir que deseja estar no comando da sua vida. Precisa ter a coragem de deixar de ser a vítima de seus pensamentos ansiosos e tornar-se o amoroso agente observador dos pensamentos que não quer mais voando dentro da sua cabeça.

Não julgamento
Você precisará estar aberto a ouvir as queixas da sua alma sem julgá-las, sentir as emoções que esses pensamentos desgovernados carregam e deixar que se lavem em suas lágrimas de purificação e agradecimento.
Meditar é estar consciente de que seus pensamentos são livres para partir. É aprender a deixar ir as penas que faziam você olhar para a vida com tristeza e sorrir com a energia do fogo purificador do sol que ilumina o seu peito com amor.

Faça Seu Céu Brilhar
Seja a LUZ que ilumina o CAMINHO da sua MISSÃO.

Maria D’Arienzo – Astróloga e Master Coach