Vereador pede mudança do nome da Brasital

Tramita na Câmara Municipal de São Roque o Projeto de Lei nº 43-2021-L, de autoria do Vereador Diego Costa, que dá denominação de Centro Educacional, Cultural e Turístico Brasital – Engº Mário Luiz Campos de Oliveira ao Centro Educacional, Cultural e Turístico Brasital. Mário Luiz foi prefeito em duas oportunidades, em 1960/63 e 1983/88.

De acordo com o vereador, o projeto surgiu com a finalidade de eternizar a memória do ex-prefeito Engº Mário Luiz Campos de Oliveira. “Surpreende o fato de que um homem de trajetória tão honrosa e singular não possua sua memória eternizada, em que pese o amplo reconhecimento pela população de que gozou em sua vida, até o seu falecimento, no ano de 2016”, comenta Diego Costa.

Segundo o projeto, “a antiga fábrica de tecidos, que encerrara suas atividades no início da década de 1970, abarcava uma porção destacada de terra no coração da cidade. Mário Luiz, consciente do incomensurável valor histórico da construção, bem como atento ao enorme potencial que as instalações e o terreno ofereciam, logo enxergou ali uma oportunidade de estabelecer uma instituição francamente sem par na região. Hábil negociador, aventou primeiro a hipótese com o então candidato a deputado José Serra; depois, costurou laboriosamente a aquisição do local com o Governo do Estado e o empresário Szymon Feldon, então proprietário da Brasital, visto que São Roque não tinha verba suficiente para tal empreitada. Após meses de exaustivas tratativas, nos últimos dias do mandato de Franco Montoro, o negócio enfim se concretizou, com a escritura sendo lavrada na rua Peixoto Gomide, antiga sede do CDHU. Em 1º de maio de 1987, dia do trabalhador, o esforço de Mário Luiz finalmente se materializou, na oportunidade, o apito da fábrica tocou mais uma vez, representando sua retomada pelos cidadãos do município”, conta.

O Projeto de Lei deverá ser discutido e votado em breve na Câmara Municipal.