As mãos que fazem Arte

Você é artesão? Como você sabe que o que você faz é de fato artesanato? Onde e quem estabeleceu o que é artesanato? Ops! Já sei, estou arrumando uma baita confusão. Então antes de você me bater vamos às explicações. Acontece que o Programa do Artesanato Brasileiro definiu exatamente quem é e o que faz um artesão, quem não é um artesão, quem é um mestre artesão e o que exatamente é o artesanato.

Vamos lá? Segundo a Base Conceitual do Artesanato, o artesão é o trabalhador que de forma individual exerce um ofício manual, transformando a matéria-prima bruta ou manufaturada em produto acabado. Então se você não preparar a peça desde a sua matéria prima até acabar o produto o que você faz é um belo e valorizado trabalho manual e não artesanato. Assim, senhoras e senhores, informo que muitas das feiras de artesanato espalhadas nas praças das cidades deste país abrigam trabalhos manuais lindíssimos, com mérito por terem sido confeccionados por hábeis mãos, mas que não podemos chamar de artesanato exatamente por não atenderem as especificações do Plano Nacional do Artesanato.

Chamemos de forma honrosa de “trabalho manual”, com todo o respeito e valorização dos trabalhos realizados. Ainda bem que em São Roque temos vários pontos onde podemos encontrar artesanato genuíno e de ótima qualidade. A mais nova empreitada é a “Feira Artesanal Arte da Gente”. Todo sábado das 9h às 16h o povo se reúne na Sede da Banda Carlos Gomes para expor e vender seus trabalhos. Lá você encontrará artesanato, trabalhos manuais e muitos mais atrativos para encher o olho da gente de beleza.

De verdade devemos agradecer a esta gente que contra todas as marés continuam remando para não deixar este barco à deriva. Segurem este leme com mãos firmes, meninos e meninas! Nós agradecemos.

Rogério Alves – maestro e produtor cultural