A nova Ordem Mundial – Segunda parte

Existe um plano arquitetado para tudo que está acontecendo no mundo, e para comprovarmos isso, basta vermos o que está ocorrendo em todos os países.

As liberdades pessoais estão sendo restringidas por todo o planeta, confinando as pessoas em nome da pandemia atual, que acaba sendo um instrumento para a concretização do plano de domínio mundial.

De maneira enganosa, pedem que a humanidade se submeta ao confinamento, a fim de evitar a propagação do Coronavírus, porém, na verdade, não estão preocupados com a saúde do povo, mas sim em aprisioná-lo e atrofiá-lo para prepará-lo para o que está por vir.

Dizem que quando a pandemia passar, tudo voltará ao normal, o que é uma grande mentira, pois as coisas não serão mais como antes. A mente de muitas pessoas foi destruída, e estão sendo vítimas de uma grande neurose provocada pelos governantes, que estão a serviço da Nova Ordem Mundial, mesmo sem o perceberem. Em todos os lugares, as pessoas estão com medo uma das outras. Na Europa, como em outras regiões, os bancos reduziram a quantidade de caixas automáticos, criando um espaço entre eles para haver um distanciamento entre os clientes, ir ao supermercado, ou qualquer outro comercio, virou uma operação de guerra, na qual todos se olham com desconfiança como se fossem inimigos.   

No Brasil, pessoas foram presas na rua de forma arbitrária, por terem se atrevido a exercer o direito de ir e vir, o mesmo acontecendo em diversos países, como em Londres, onde um homem com um bebê foi preso porque estava tomando sol na praça, ou na África do Sul, que montou um “centro de contenção” para abrigar pessoas de rua, com a justificativa de protegê-las da epidemia, e na China, que criou enormes recintos com grades para aprisionar pessoas como bichos. A OMS sugeriu que os governos deveriam entrar nas casas das pessoas para recolherem aqueles que estivessem doentes para mandá-los a um centro e recuperação, e, de imediato, no Estado do Piauí, o governador já autorizou os agentes a invadirem residências para removerem pessoas adoecidas, bem como confiscar o imóvel.

Tudo está sendo conduzido para que grandes indústrias fechem, que os comércios independentes quebrem, e que o desemprego no mundo seja de tal ordem que cause danos em todos os lugares. Sem terem o que comer, ou como pagar suas contas, as pessoas ficarão completamente desestruturadas, e o caos se implantará, tornando-as dependentes de migalhas que os governos lhes darão, o que abrirá espaço para o chamado salário mínimo universal. É o sinal para a vinda das grandes guerras.

A rede BBC de Londres exibe reportagens dizendo que os hospitais estão abarrotados de infectados pelo Coronavírus, e as pessoas filmam os mesmos locais mostrando que eles estão vazios. O mesmo acontece no Brasil, onde diversas emissoras pintam o mesmo quadro, e médicos filmam os ambientes mostrando que é tudo mentira. Isso está acontecendo pelo mundo, e fica a pergunta: quem está comandando esse pânico?

Isso faz parte de uma agenda mundial. O cerco está se fechando, as pessoas estão perdendo suas liberdades, e a coisa só tende a piorar. Não tem como parar esse plano, pois ele vem sendo desenvolvido há muito tempo por poderosos.

Apenas um povo unido, com um só propósito, pode fazer frente a essa onda que se aproxima.    

Disney Medeiros Raposo