Agentes da Defesa Civil se reúnem em Alumínio para capacitação da Operação Chuvas de Verão

Organizada pela Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil do Governo do Estado, na cidade de Alumínio, a Oficina Preparatória da Operação Chuvas de Verão reuniu diversos representantes da Defesa Civil de cidades da região.

Com o objetivo de especializar os agentes de defesa civil, o evento contou com a presença de representantes de 31 municípios da Região de Sorocaba e abordou os diversos procedimentos que estão relacionados que envolvem a operação, como o monitoramento e alerta meteorológico, assistência social em casos de emergência, poder de polícia e legislação, plano de contingência e segurança, assim como os princípios e orientações para vistoria de campo.

As ações foram desenvolvidas de maneira teórica e prática, ministradas por profissionais das agências estaduais de proteção. Outro assunto abordado na ocasião é o sistema de monitoramento da Interface de Divulgação de Alertas Públicos – IDAP. Esse serviço informa os cidadãos, via mensagem de texto, sobre riscos de desastre em qualquer um dos 645 municípios do Estado de São Paulo.

Para realizar o cadastramento basta enviar, por SMS, o CEP da sua residência, ou do local de interesse, para o número 40199.

Segundo a coordenadora, Ibiúna faz parte do  PPDC e esse treinamento leva conhecimento aos agentes de defesa civil que atuarão nas regiões onde operam os Planos Preventivos de Defesa Civil (PPDCs), antecedendo a temporada de chuvas, e capacita os municípios para atuarem preventivamente frente aos problemas típicos de verão.

Para o coordenador da Defesa Civil de Mairinque, Nilson Evandro da Silva, essa capacitação fortalecerá a prevenção de desastres, uma vez que serão mais profissionais aptos a desempenhar as funções. “A Defesa Civil, como o nome sugere, é composta por diversos segmentos da sociedade civil. O Poder Público tem participação fundamental, principalmente na prevenção e na fiscalização de situações de risco, porém a participação e compreensão da população é o fator predominante nesse processo, assim como a presença de profissionais capacitados em comunicar e trabalhar”.

As oficinas são realizadas pela Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDEC/SP), com apoio do Instituto Geológico, Instituto de Pesquisas Tecnológicas, Somar Meteorologia, Cruz Vermelha Brasileira – São Paulo e a Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado.