AgroNotícias por Mauricio Picazo Galhardo

COOPERAÇÃO
Representantes do Brasil e da Argentina firmaram semana passada um entendimento para a diversificação da pauta agropecuária entre os dois países. Na reunião bilateral, realizada em Brasília, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e o Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar da Argentina (Senasa) reiteraram a disposição de trabalhar conjuntamente de forma estreita e coordenada, tanto no âmbito bilateral quanto nos foros regionais e multilaterais.

PRODUÇÃO

O resultado do levantamento da safra de grãos impactou favoravelmente no Valor da Produção da Agropecuária (VBP) deste ano, estimado em R$ 674,10 bilhões, e representa um acréscimo real de 6,7% em relação a 2019. As taxas de crescimento previstas são de 6,4% para as lavouras e 7,3% para a pecuária. 

REGULARIZAÇÃO

O secretário Especial de Regularização Fundiária, Nabhan Garcia, participou de audiência pública da Comissão Mista do Congresso Nacional para analisar a Medida Provisória (MP) nº 910/2019, que trata da regularização fundiária. Para ele, o uso da tecnologia vai facilitar a concessão de títulos de propriedade e evitar fraudes.  
SUPERINTENDENTES

A ministra da agricultura, Tereza Cristina se reuniu com representantes das 27 superintendências federais da pasta para um balanço dos trabalhos. Ela falou sobre os desafios do ministério, que teve sua estrutura ampliada no governo do presidente Jair Bolsonaro, e a relevância da boa interlocução com as unidades da Federação para o êxito das políticas públicas.
PESCADO

O Ministério da Agricultura, está preparando medidas para o controle higiênico-sanitário da cadeia produtiva de pescado nacional, em atendimento aos requisitos da comunidade europeia. O trabalho vem sendo desenvolvido pelas secretarias de Aquicultura e Pesca (SAP) e de Defesa Agropecuária (SDA), visando a reabertura de exportações de pescado para a União Europeia, conforme o acordo entre o Mercosul e este bloco econômico, firmado em junho de 2019.
INVESTIDORES

Em Dubai, o Governador João Doria, ao lado do secretário de Agricultura e Abastecimento, Gustavo Junqueira, secretário da Fazenda, Henrique Meirelles, secretário de Relações Internacionais, Julio Serson, e outras autoridades, teve agenda nos Emirados Árabes Unidos. A comitiva participou de uma programação movimentada em busca de novos investimentos para São Paulo, com destaque de interesse em áreas como o agro paulista, ciência, tecnologia e infraestrutura.
ESCRITÓRIO

O Governador João Doria inaugurou, o escritório comercial de São Paulo em Dubai. O espaço será usado para estreitar relações comerciais e facilitar a exportação de produtos de São Paulo para o Oriente Médio e norte da África. O escritório também vai dar mais visibilidade às possibilidades de negócio em São Paulo, principalmente aos ligados ao plano de desestatização do Governo do Estado.
SIMPLIFICAÇÃO

A comissão mista instalada para analisar a Medida Provisória da Regularização Fundiária (MP 910/2019) iniciou os trabalhos, com a primeira audiência pública das quatro previstas para debater as novas regras propostas. O texto busca a regularização de propriedades em que for comprovada a exploração direta de imóveis da União, incluindo assentamentos, ocupados até maio de 2014 e com área de até 15 módulos fiscais. A meta do governo é conceder títulos de terra a 600 mil famílias nos próximos três anos. 
ÍNDIOS

Garantir acesso à renda, tecnologia e assistência técnica para os produtores rurais no país e a possibilidade de os indígenas explorarem economicamente suas terras com atividades como agricultura, pecuária, foi o tema da reunião que aconteceu dia (12), da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) com o Presidente da República, Jair Bolsonaro, durante café da manhã, no Palácio do Planalto. 
DINHEIRO

Em audiência pública na Comissão Mista do Congresso Nacional que analisa o novo marco regulatório da Medida Provisória da Regularização Fundiária, no Senado Federal, o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado Alceu Moreira (MDB-RS), reforçou o pedido da bancada ao Presidente da República Jair Bolsonaro no valor de R$ 400 milhões para investimento no INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária).

ERRATA
Na legenda do desenho Agro Cartoon da semana passada o correto sobre a exportação de café solúvel, é o equivalente a quantidade citada em café, e não ao café solúvel em sí.