AgroNotícias por Mauricio Picazo Galhardo

PRODEFESA. Luis Rangel, secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, anunciou na segunda-feira (29), em reunião com representantes do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) investimentos de US$ 200 milhões no Prodefesa (Programa de Modernização e Fortalecimento da Defesa Agropecuária).

MILHO. A oferta de milho no mercado paulista está restrita, visto que o volume colhido ainda é pequeno – em alguns casos, o cereal ainda apresenta alta teor de umidade. Compradores desse estado consultados pelo Cepea continuam optando por negociar pequenos lotes, enquanto vendedores capitalizados seguem concentrados na colheita. Entre 19 e 26 de janeiro, o Indicador do milho ESALQ/BM&FBovespa, Campinas (SP), subiu 0,74%, indo a R$ 32,57/saca de 60 kg na sexta-feira, 26.

MELANCIA. Ainda com baixa oferta, a melancia da região de Teixeira de Freitas (BA) se valorizou entre 22 e 26 de janeiro. Com a maior parte dos produtores aguardando o início de novas roças em fevereiro, a semana foi de colheita em apenas algumas lavouras. Para fevereiro, a expectativa é de disponibilidade considerável na região, com envios para os principais centros de comercialização. Além disso, o clima benéfico nos últimos meses promete boa produtividade para a segunda parte da temporada, que deve ser iniciada em fevereiro.

MOVIMENTADOS. Dados da Secretaria de Agricultura e Abastecimento mostram que em 2017 foram emitidas no Estado de São Paulo 842.948 guias de trânsito animal (GTA). Deste total 58.366 GTAs tiveram outros Estados como destino e 784.582 a movimentação dentro do Estado. O total de animais movimentados foi de 4,2 bilhões de animais, sendo que 764 milhões foram para outros Estados e 3,5 bilhões dentro do Estado. Com relação à espécie, foram movimentados: 4,1 bilhões de aves e ovos férteis; 70,8 milhões de animais aquáticos; 8,7 milhões de bovídeos; 2,5 milhões de suídeos; 249 mil equídeos; e 740 mil animais de outras espécies.

PROTESTO. O campo uruguaio protestou durante a semana passada contra a administração do presidente Tabaré Vázquez em uma grande mobilização com tratores e bandeiras uruguaias no município de Durazno, onde se costumam realizar feiras agrícolas. O protesto reuniu não somente produtores, mas também técnicos, consultores, contratistas de maquinário, transportadores, industriais e outros envolvidos na cadeia agropecuária. O Frente Amplio, coalizão governista de esquerda no Uruguai, governo o país há 13 anos.

UVA SEM SEMENTE. Os preços médios das uvas brancas sem sementes vêm se mantendo acima de R$ 7,00/kg desde a primeira semana do ano no Vale do São Francisco (PE/BA). De acordo com colaboradores do Hortifruti/Cepea, mesmo com a demanda mais reduzida neste mês, os preços têm permanecido em bons patamares por conta do menor volume disponível das variedades. Outro fator que tem contribuído para a manutenção das cotações é a boa da qualidade da fruta, já que não foi registrado elevado volume de chuvas em janeiro.

FERTILIZANTE COMPLETO. Pesquisa realizada em laboratório da Embrapa desenvolveu tecnologia pioneira no país de fertilizante completo. Trata-se de película formada por micronutrientes, em grande concentração que recobre de forma homogênea grânulos dos macronutrientes nitrogênio, fósforo e potássio, conhecidos pela sigla NPK. Com isso, o agricultor terá um produto completo para aplicar na lavoura com nutrientes balanceados e potencial de aumentar a produtividade e reduzir aplicações de fertilizantes.

(Texto(s): Mapa, Cepea/Esalq, Secretaria da Agricultura S.Paulo, Agrolink, HFBrasil)
Email: mauricio.picazo.galhardo@hotmail.com