AgroNotícias por Mauricio Picazo Galhardo

PARAGUAÇU PAULISTA. O Laticínio Paraguaçu, em Paraguaçu Paulista, mais do que triplicará sua capacidade de produção com os investimentos entregues, na terça-feira, 20, pelo secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim. A estrutura no valor de R$ 1.001.862,08 foi adquirida pela Associação de Produtores de Leite da Estância Turística de Paraguaçu Paulista via Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável – Microbacias II – Acesso ao Mercado. A entidade tem capacidade de processar 3 mil litros de leite por dia na fabricação de produtos lácteos.

EQUIPAMENTOS. A produção agropecuária de 12 municípios do Oeste do Estado de São Paulo ficará mais forte com a entrega dos kits da Patrulha Agrícola, realizada pelo secretário de Agricultura e Abastecimento paulista, Arnaldo Jardim, em Presidente Prudente, terça-feira dia, 20. A entrega foi realizada por meio de convênio com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e totaliza 61 kits de equipamentos que serão entregues.

EQUILIBRIO. As exportações do Estado de São Paulo somaram US$ 7,59 bilhões (22,1% do total nacional) e as importações, US$ 9,71 bilhões (36,5% do total nacional), no primeiro bimestre de 2018; registrando um déficit de US$ 2,12 bilhões. Comparando-se os meses de janeiro e fevereiro de 2018 com o mesmo período de 2017, as exportações paulistas subiram 10,3%, enquanto as importações registraram acréscimo de 18,8%, informa o Instituto de Economia Agrícola (IEA).

FERTILIDADE. O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), e a Embrapa lançaram na quinta-feira, dia (22), em Belo Horizonte, o Programa Estadual de Incentivo ao Uso Eficiente de Corretivos e Fertilizantes (Fertiliza Minas). Previsto para ser desenvolvido no período de dois anos, o programa vai mapear e reunir os dados de fertilidade de solo de todas as regiões do estado.

SAFRA À TODO VAPOR. Segundo levantamento do Cepea, a entrada da safra de soja está “a todo vapor” no Brasil, cenário que tem pressionado as cotações da oleaginosa. O clima favorece a colheita, que já está na reta final em Mato Grosso e também em parte do Paraná, e as expectativas de produtividade elevada na atual temporada vão se confirmando. Atentos à safra volumosa, uma parcela de compradores consultados pelo Cepea reduziu as aquisições, à espera de queda nos valores nas próximas semanas.

MANDIOCA. O ritmo de comercialização de mandioca já começou a diminuir, devido às poucas lavouras disponíveis com mais de um ciclo. Ao mesmo tempo, produtores consultados pelo Cepea estão adiando as entregas de raízes mais novas, por causa das recentes quedas nos preços. Nesse cenário de menor oferta e demanda estável, as cotações começaram a reagir em parte das regiões acompanhadas pelo Cepea.

MELANCIA. A safra 2017/18 de melancia do Rio Grande do Sul se encerra em março, após a finalização das atividades em Bagé (RS). A produção gaúcha se iniciou em meados de novembro/17 em Arroio dos Ratos, seguindo com a colheita em Encruzilhada do Sul e, posteriormente, em Bagé. De acordo com colaboradores do Cepea, nesta temporada, o menor volume de chuva, principalmente em Encruzilhada do Sul e Bagé, impactou a produtividade, pois limitou o enchimento das frutas e aumentou a incidência de pragas.

HORTAS URBANAS. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento, por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios – Codeagro, estimulará a cultura de hortas urbanas e periurbanas no Estado de São Paulo, com o objetivo de potencializar as ações de segurança alimentar e nutricional. O anúncio foi feito pelo secretário Arnaldo Jardim durante “O Ato pela Agricultura: Alimento, Renda e Futuro”, evento realizado no Palácio dos Bandeirantes.

(Texto(s): Cati, Secretaria da Agricultura, Cepea, HFBrasil)
Veja o Agro Cartoon, www.agro-cartoons.blogspot.com.br
Email: mauricio.picazo.galhardo@hotmail.com.