Aprovado projeto que responsabiliza Sabesp para fechar buracos abertos pela empresa

Com 10 votos favoráveis e 4 contrários, a Câmara Municipal aprovou um projeto de lei, de autoria do prefeito que revogará a lei anterior que isentava a Sabesp de fechar os buracos abertos em vias públicas para manutenção das redes de água e esgoto. A partir de 1º de janeiro de 2022, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) será responsável pelo serviço de recapeamento do asfalto que ela necessite danificar.

“São Roque nunca foi tão bem cuidada como agora. Nossa gestão trabalha para deixar a cidade cada vez mais bonita e acolhedora, e essa é mais uma medida importante nessa direção. Além de otimizar os reparos de danos causados pela Sabesp, vamos economizar recursos importantes, que poderão ser aplicados em melhorias”, afirma o prefeito Guto Issa.

Nos últimos quatro anos, o reparo de danos ao asfalto causados pela Sabesp custou R$ 2.165.024,43 aos cofres da cidade. Com a mudança na responsabilidade da manutenção, a expectativa é que esse valor seja poupado e, assim, aplicado em obras de melhoria e pavimentação, otimizando o uso dos recursos públicos.