Carlos Aymar e secretário do atual governo de Araçariguama podem pegar até oito anos de prisão após flagrante

Os dois foram presos em flagrante logo após receberem propina dentro da Prefeitura

O ex-prefeito de Araçariguama e marido da atual prefeita Lili Aymar, Carlos Aymar, foi preso em flagrante, na tarde de segunda-feira (14), pela Polícia Civil. Segundo a Polícia Civil, ele estava recebendo uma parcela de uma propina dentro da Prefeitura da cidade. A Delegacia Seccional de Sorocaba estava investigando o caso e tinha pedido um mandado de prisão para Carlos Aymar e o secretário Israel Pereira da Silva. A Justiça autorizou a prisão, quando também foi feito o flagrante.

A Justiça decretou a prisão preventiva do ex-prefeito e Carlos Aymar, e do secretário de governo da Prefeitura, Israel Pereira da Silva. 

Todos os detalhes deste caso você confere em nossa edição impressa, já nas bancas!