Cidade Inteligente por Mauricio Picazo Galhardo

Então olhei para os céus e vi a cidade…
– Quero saber apresenta:
” … pesquisadores da Universidade Politécnica de Madri, na Espanha, desenvolveram uma ferramenta de acesso livre e aberta que permite avaliar se a agricultura na cidade é segura. A agricultura urbana ressurgiu nos últimos anos globalmente. Esta atividade contribui para a realização de vários dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela ONU até 2030. Entre eles, alcançar segurança alimentar promover a agricultura sustentável, garantir modalidades sustentáveis de consumo e produção e adotar medidas para combater as mudanças climáticas… (Agrolink)

* É seguro cultivar alimentos em casa?
* Isso é possível em grandes, médias e pequenas
   cidades?
* Esse ato produz um vínculo com a terra?

Devemos ter todo o cuidado com os alimentos, mas será que é seguro produzir alimentos em casa? Isso cria um vínculo do homem com a terra, também consciência de que todos somos feitos à partir da terra. Uma análise química da terra e de nosso corpo verificamos que 95,2% de nosso peso corporal é constituido por Oxigênio (65%), Carbono (18%), Hidrogênio (10%), Nitrogênio em forma de água (3%). Também nosso corpo tem; Cálcio (1,5%), Fósforo (1%), Potássio (0,25%), Enxofre (0,25%), Sódio (0,15%), Ferro (0,0006%), Magnésio (0,05%) e Cloro (0,15%). Portanto considerando-se o processo da foto-síntese que acontece numa horta, é mais uma questão do ar mesmo. Mas poderá ser legal.

– Por hoje é só pessoal. Boa semana, forte abraço e até a próxima com cidade inteligente.