Cidade Inteligente por Mauricio Picazo Galhardo | O Democrata

Então olhei para os céus e vi a cidade…
– Quero saber apresenta:
“… o plenário da Câmara dos Deputados aprovou com ampla maioria na terça-feira dia 3, o projeto de lei 312/2015, que cria a Política Nacional de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA). A prática já é adotada em estados como Minas Gerais, Rio de Janeiro e Santa Catarina, e acontece como forma de compensação por boas práticas agrícolas. O projeto segue agora para o Senado, e caso seja aprovado, irá para sanção presidencial. O objetivo da proposta é recompensar financeiramente quem preserva áreas ou desenvolve iniciativas de preservação ou recuperação ao meio ambiente em sua propriedade…”

* Quem preserva a natureza tem que receber
   uma recompensa por isso?
* Preservar é colaborar com a sustentabilidade?
* O agricultor é amigo da terra pois depende
   totalmente dela?

Existe desde tempos remotos, a preocupação do homem com a terra e com o meio ambiente para que a vida seja sustentável, ou seja que haja a manutenção perseverante da vida na terra, visando principalmente o sustento do ser humano. Este projeto prioriza o auxílio a pequenos produtores, indígenas, quilombolas e comunidades tradicionais em especial, na conservação de áreas de vegetação nativa. A dificuldade maior parece ser a origem dos recursos, porque quem preservar vai receber um valor por isso. Estamos torcendo para que tudo prossiga bem.

Por hoje é só pessoal. Boa semana, forte abraço e até a próxima com a palavra cidade inteligente.

Jornal O Democrata São Roque

Fundado em 1º de Maio de 1917

odemocrata@odemocrata.com.br
11 4712-2034
Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 04
Centro - São Roque - SP
CEP 18130-070
Copyright 2021 - O Democrata - Todos os direitos reservados