Confirmada a primeira morte por coronavírus de morador de São Roque

Crédito da foto: Reuters

Um homem de 68 anos morreu nesta segunda-feira, 23, em São Paulo, por complicações do novo coronavírus. Ele morava em São Roque, no Distrito de São João Novo, mas procurou a rede hospitalar de São Paulo, onde, segundo informações recebidas por O Democrata, o plano de saúde da vítima dava a devida cobertura. Inicialmente ele foi diagnosticado com pneumonia e estava em tratamento.

Ele também possuía outras doenças pré-existentes, estava internado no Hospital Maggiore Santa Cecília desde o dia 18 de março e o óbito veio após uma síndrome aguda respiratória provocada pelo COVID-19.

Em pronunciamento na manhã desta terça-feira, 24, a diretora do Departamento de Saúde, Daniela Groke, disse que o departamento não foi notificado do caso e todo o registro e tratamento foi feito diretamente em São Paulo. “Soubemos extraoficialmente, já que ele procurou auxílio em outra cidade, e já procuramos a família para saber sobre todos com quem ele teve contato para que se mantenham em quarentena e isolamento”, explicou. Ainda segundo o Departamento de Saúde a família informou que o homem também possuía residência em São Paulo, alternando a rotina entre a capital o sítio em São Roque. “A Prefeitura Municipal, por meio do Departamento de Saúde, lamenta o fato e solidariza-se à família. A Vigilância Epidemiológica informa que a família se encontra em quarentena”, disseram em nota.

Conforme nova Norma Técnica, expedida pelo Ministério da Saúde, os testes para coronavírus só deverão ser realizados em pacientes sob internação ou profissionais de saúde. Por conta disso, os Boletins informativos dos casos em São Roque deixarão de ser diários, passando a ser divulgados quando houver novas testagens ou recebimento de resultados.