Demissão e “Nota de Repúdio”, entrevistamos servidora de Araçariguma afastada após postagem no Facebook | O Democrata

A Prefeitura de Araçariguama divulgou uma nota de repúdio sobre uma servidora acusada de fazer uma postagem com “discurso de ódio” no Facebook. O tema tomou proporção internacional e o Jornal O Democrata entrevistou a
servidora acusada, Kaká Reis, com exclusividade. Você pode conferir a conversa completa no nosso canal do YouTube.

Confira a Nota da Prefeitura

A Prefeitura Municipal de Araçariguama vem, através dessa, reforçar que pratica um modelo de governo alicerçado em trabalho, honestidade, respeito, harmonia e inclusão entre as pessoas. Em 2021, tornou-se padrão em nossa cidade vivermos a liberdade de expressão e do livre pensamento. Porém, não se pode confundir “liberdade de expressão” com discurso de ódio, discriminação, etc. A liberdade é o direito de se manifestar ou expressar atividades intelectuais, artísticas, científicas e de comunicação, sem qualquer censura, como diz o artigo 5º da Constituição. No entanto, se essa liberdade é para ferir o outro e vai contra o artigo 3, inciso IV da Constituição Federal, que diz que é objetivo fundamental da República promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação, passa a ser discurso de ódio.Posto isso, a Prefeitura Municipal de Araçariguama vem demonstrar TOTAL REPÚDIO à atitude de uma de suas servidoras que publicou em redes sociais texto com claras características de transfobia e ódio. Desse modo, entendendo que a servidora tenha cometido uma falha grave no mal uso da sua “liberdade de expressão” e demonstrado o seu desalinhamento com modelo e as premissas do atual Governo Municipal, a Prefeitura Municipal de Araçariguama decide pelo desligamento da servidora apartir de 18/10/2021.O atual Governo Municipal não concordará com os servidores que, por ventura, praticarem intolerâncias religiosas, sexuais e étnicas, preconceitos sejam quais forem, assédios moral e sexual, violências, corrupção, extorsão, fraude ou qualquer ato que se configure crime. Também, não comungará com os servidores que venham propagar falsas notícias, promover divulgação não autorizada e desvios de documentos internos, acobertar funcionários no não cumprimento do seu horário de trabalho, caluniar e difamar os colegas de trabalho ou qualquer ato que venha a desestabilizar o bom serviço, respeito e harmonia entre todos. No mais desejamos uma excelente semana e que Deus abençoe a todos.

Jornal O Democrata São Roque

Fundado em 1º de Maio de 1917

odemocrata@odemocrata.com.br
11 4712-2034
Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 04
Centro - São Roque - SP
CEP 18130-070
Copyright 2021 - O Democrata - Todos os direitos reservados